Com top-4 separado por 11 pontos após oito corridas, MotoGP tem campeonato mais apertado em 24 anos

Com Andrea Dovizioso, Maverick Viñales, Valentino Rossi e Marc Márquez separados por apenas 11 pontos nas quatro primeiras posições do Mundial de Pilotos 2017, a MotoGP tem seu campeonato mais disputado desde que o sistema atual de pontuação foi introduzido em 1993

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A temporada 2017 da MotoGP está mesmo disputadíssima. Após o GP da Holanda, Andrea Dovizioso, Maverick Viñales, Valentino Rossi e Marc Márquez estão separados por apenas 11 pontos, o que representa o campeonato mais apertado após oito etapas desde que o sistema atual de pontuação foi introduzido, em 1993.
 
A partir de 93, o vencedor passou a receber 25 pontos, cinco a mais que o segundo colocado. O terceiro, então, recebe 16, com 13 para o quarto, 11 para o quinto, dez para sexto, nove para o sétimo e assim sucessivamente até que o 15º colocado receba um único ponto. Em 92, a pontuação era dada só para os dez primeiros, com o vencedor ficando com apenas 20 pontos.
MotoGP vive seu campeonato mais apertado em 24 anos (Foto: Honda)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Antes, a temporada mais apertada dentro do sistema atual tinha sido a de 1998, quando 29 pontos separavam Mick Doohan, Max Biaggi, Alex Crivillé e Carlos Checa após oito corridas. No fim do ano, o lendário australiano ficou com o título, 25 pontos à frente do ‘Imperador Romano’, o segundo colocado.
 
Entretanto, Dovizioso é também o líder com menor pontuação após as primeiras oito corridas desde 1993, com apenas 115 pontos. Antes, a menor poupança era a de Kenny Roberts Jr., que chegou para a nona prova de 2000 com 125 pontos.
 
Esta, aliás, é a primeira vez que Dovizioso lidera o Mundial de MotoGP desde que estreou na classe rainha, em 2008. O #4 é também o primeiro piloto da Ducati a liderar o campeonato desde que Casey Stoner apareceu no topo da tabela após o GP da Itália de 2009. 
 
Ainda, Andrea é apenas o terceiro italiano a liderar o campeonato na era da MotoGP, iniciada em 2002, depois de Rossi e Loris Capirossi. O hoje membro da direção de prova foi também o último italiano a liderar a classificação com uma moto italiana, o que aconteceu em 2006.
 
Depois dos nove vencedores do ano passado, a MotoGP chegou em Assen a cinco vencedores diferentes nas primeiras oito corridas — Viñales, Márquez, Dani Pedrosa, Dovizioso e Rossi — o que acontece pela primeira vez desde 2006.
POLÊMICA MOSTRA QUE VETTEL PISOU NA BOLA E HAMILTON FOI MALANDRO EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube