De Angelis segue em estado crítico, mas apresenta melhora e já consegue falar, diz corpo médico da MotoGP

Na esteira do grave acidente sofrido durante os treinos para o GP do Japão, em Motegi, Alex de Angelis permanece internado em estado crítico, mas seu quadro clínico apresentou ligeira melhora. Apesar de o hematoma intracraniano permanecer inalterado, as lesões pulmonares estão melhorando

A MotoGP emitiu um comunicado na manhã desta segunda-feira (12) no qual procurou tranquilizar a todos sobre o estado de saúde do piloto Alex de Angelis, que sofreu grave acidente durante a execução dos treinos livres do GP do Japão, no último sábado, em Motegi.

O samarinês permanece em estado crítico, mas teve sua sedação reduzida, já consegue falar e está orientado no tempo e espaço. Submetido a uma nova tomografia na cabeça e no peito, De Angelis segue com o hematoma intracraniano sem mudanças, enquanto as contusões pulmonares estão melhorando ligeiramente.

Quadro clínico de Alex de Angelis apresenta ligeira melhora. Piloto, no entanto, segue em estado crítico (Foto: Ioda)

Ainda nos primeiros minutos do quarto treino livre, De Angelis sofreu uma queda no trecho entre as curvas 9 e 10 de Motegi, o que resultou na interrupção do treino em bandeira vermelha. Como é padrão no Mundial de Motovelocidade em casos de acidentes mais graves, a queda de Alex não foi exibida na TV.

O piloto da Ioda recebeu atendimento ainda na pista e, pouco após ser levado ao centro médico do circuito de Motegi, foi transferido de helicóptero para Dokkyo Hospital, em Mibu. De Angelis foi, então, submetido a uma tomografia, que revelou uma contusão no pulmão. Além disso, o piloto de 31 anos também fraturou três costelas, as vértebras torácicas T7, T8 e T9, a vértebra lombar L4 e teve fraturas nos processos transversos das vértebras torácicas T2, T4 e T8.

Conselheiro de segurança da MotoGP, Loris Capirossi, e o oficial de segurança da FIM nos GPs, Franco Uncini, visitaram De Angelis no hospital de Dokkyo para acompanhar seu tratamento. Alex também conta com a assistência permanente do Dr. Michele Zasa.

“O piloto permanece em uma condição crítica, mas sua sedação foi reduzida, ele conseguiu falar e foi orientado no tempo e no espaço. Ele vai passar por mais uma tomografia computadorizada nas próximas 48 ou72 horas para assegurar que o hematoma intracraniano está estável, enquanto as condições dos pulmões vão precisar de uma avaliação mais aprofundada”, diz o comunicado emitido pela MotoGP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube