“Desapontado e triste” com Suzuki, Aleix Espargaró confirma conversa com Aprilia e revela ofertas do Mundial de Superbike

Aleix Espargaró voltou a manifestar sua tristeza com a situação na Suzuki, que contratou Andrea Iannone antes de concluir as negociações para a renovação de seu contrato. Catalão confirmou os rumores de que negocia com a Aprilia e revelou ter duas boas ofertas para mudar para o Mundial de Superbike

Aleix Espargaró ainda não engoliu sua situação atual na Suzuki. Titular da fábrica de Hamamatsu desde o retorno da equipe à MotoGP, o catalão ainda não teve seu contrato renovado e não escondeu a decepção ao descobrir pela imprensa que a equipe tinha contratado Andrea Iannone para substituir Maverick Viñales.
 
Inicialmente, Davide Brivio, chefe da Suzuki, tinha colocado como prioridade renovar os contratos dos dois pilotos, mas a mudança de Viñales para a Yamaha fez a escuderia correr para fechar com Iannone, enquanto pouco avança nas tratativas com Aleix.
Aleix Espargaró contou que conversa com a Aprilia e tem ofertas do Mundial de Superbike (Foto: Suzuki)
Além do acerto rápido com Iannone, a Suzuki também aparece como favorita para receber Álex Rins, que quer deixar a Moto2 de cara com um contrato de fábrica na MotoGP. O espanhol, porém, não é único na mira da marca, que tem Johann Zarco por perto, inclusive já escalado para um teste com a GSX-RR e para disputar as 8 Horas de Suzuka.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Na quinta-feira (2), durante uma coletiva de imprensa em Montmeló, Aleix destacou que teve um fim de semana difícil na Itália e aí passou a buscar outro destino no Mundial.
 
“Nós estamos trabalhando no futuro. O último fim de semana de corrida foi difícil, foi onde eu percebi que não era tão importante para a Suzuki quanto eu imaginava”, disse. “Então em Mugello nós começamos a trabalhar para talvez ir para outro lugar. Vou tentar ir para algum lugar onde realmente me amem, onde realmente me queiram. Para mim, isso é o mais importante”, seguiu.
 
Questionado se já havia sido informado pela Suzuki de que não continuaria no time, Aleix respondeu: “Ainda não”.
 
“É uma sensação que eu tenho. É assim, pois, depois de seis corridas, nós estamos na sexta colocação no campeonato, não muito longe de [Dani] Pedrosa, que é o quarto, apesar dos testes ruins de inverno, e eles realmente não mostram interesse”, justificou. “É disso que eu realmente não gosto. Estou realmente chateado nesse sentido. Então estamos trabalhando em outras possibilidades”, comentou.
 
“Sou muito grato à Suzuki pela chance de ser um piloto de fábrica pela primeira vez, mas eu me sinto mais triste do que bravo, porque dois anos atrás a moto não estava funcionando, era muito lenta. Eles trabalharam muito duro, mas acho que eu também trabalhei duro”, observou. “Nós desenvolvemos a moto, no ano passado fizemos uma pole-position e agora estamos em sexto no campeonato. Acho que sexto não é assim tão ruim”, frisou.
 
O irmão de Pol colocou a Suzuki ainda como “prioridade”, mas ressaltou que é a fábrica que tem de decidir o que quer para o futuro.
 
“Todo mundo sabe que a minha prioridade é ficar na Suzuki. Então não depende de mim. É uma coisa que a Suzuki precisa decidir”, declarou. “A Suzuki é uma grande marca. Com certeza eles precisam procurar o que for melhor para eles e eu serei sempre grato, pois foram dois anos fantásticos e, com certeza, vou tentar lutar pelo pódio, curtir o resto da temporada e vamos ver o futuro. Estou desapontado e triste, mas não com raiva”, sublinhou.
 
Ainda, Aleix confirmou os rumores de que tem negociado com a Aprilia, mas contou que também tem ofertas “muito boas” para mudar para o Mundial de Superbike. Boatos indicam que o catalão pode seguir para a Kawasaki para assumir o posto de companheiro de Jonathan Rea, já que Tom Sykes ainda não renovou seu vínculo com a marca.
 
“[Aprilia] é uma das opções que eu tenho”, contou. “Nós ainda precisamos decidir. Tudo aconteceu realmente muito rápido. Nós começamos a conversar em Mugello com equipes diferentes. Além disso, nós temos duas muito, muito boas opções na Superbike”, revelou. 
 
“O mais importante é que eu irei para um lugar onde mostrem que realmente me querem e que eu seja importante para eles. É importante curtir a vida e ser feliz. Mas, sim, [a Aprilia] é uma das opções”, concluiu.
PADDOCK GP #31 DEBATE F1, INDY E NASCAR

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube