Moreira lembra queda no TL2 e vê boa classificação na França: “Estou contente”

Diogo Moreira admitiu um pouco de falta de ritmo durante a classificação, mas saiu contente por ter quase beliscado uma primeira fila

SUZUKI DETONA BOMBA NA MOTOGP COM ANUNCIO DE SAÍDA EM 2022

Depois de uma sexta-feira de treinos acidentada, a sessão classificatória da Moto3 foi mais tranquila. Sobretudo, para Diogo Moreira. O brasileiro, que caiu durante o segundo treino livre, fez mais uma boa classificação na manhã deste sábado (14) e chegou a flertar com a primeira fila — ficou a 0s258 do líder —, mas vai largar da primeira posição.

“Estou contente com o dia de hoje. Fizemos uma boa volta e quero agradecer à equipe porque ontem sofri uma queda e eles estavam a trabalhar muito. Acho que falta um pouco de ritmo de corrida, mas podemos estar à frente amanhã”, disse ele.

O BRASIL EM DUAS RODAS
Dez pilotos brasileiros para acompanhar nas categorias do exterior

Ainda que Moreira tenha sentido falta de ritmo, Jordi Gatell, chefe da equipe, crê que a classificação foi importante para a configuração na moto no domingo. Também para ajudar Ryusei Yamanaka, que vai largar da 13ª posição, a chegar ao top-10.

“Estamos muito satisfeitos com o desempenho da equipe. Em todos os momentos conseguimos trabalhar na configuração da moto para pensar na corrida”, disse ele.

“O que nos deixa muito confiantes para amanhã é que os dois pilotos podem cruzar a linha de chegada no top-10. Quero parabenizar o Diogo, que não conhecia o circuito e que perdeu a pole por um triz”, encerrou.

BASTIANINI, MARTÍN OU MILLER: QUEM FICA COM A VAGA NA DUCATI NA MOTOGP EM 2023?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar