Dovizioso assombra MotoGP e faz história ao quebrar recorde absoluto de velocidade em Mugello

Andrea Dovizioso alcançou inacreditáveis 356,7 km/h no terceiro treino livre do GP da Itália, em Mugello, na manhã deste sábado (1). A marca anterior era do próprio piloto, que aferiu 356,5 km/h no ano passado, também em Mugello. Apesar da velocidade final, a performance como um todo não foi a ideal para Dovi neste sábado. O italiano vai largar apenas em nono lugar correndo em casa

Mugello é, de longe, o circuito mais veloz do Mundial de Motovelocidade. E fazendo jus à fama, o traçado italiano foi palco do novo recorde absoluto de velocidade da história da classe rainha, a MotoGP. Na manhã deste sábado (1), durante o terceiro treino livre do GP da Itália, Andrea Dovizioso aferiu incríveis 356,7 km/h no trecho mais veloz da pista, pouco antes da primeira curva do circuito.
 
Com a Desmosedici, Dovi quebrou o recorde que já era dele próprio. No ano passado, o italiano aferiu 356,5 km/h no mesmo trecho. Aliás, as cinco maiores velocidades finais da história da MotoGP foram aferidas em Mugello e por pilotos italianos da Ducati.
 
Também no ano passado, Danilo Petrucci cravou 355,8 km/h, marca um pouco mais veloz que os 355,2 km/h de Michele Pirro. E neste ano, também durante o terceiro treino livre do GP da Itália, Petrucci anotou 355 km/h.
 
A maior velocidade final, no entanto, não foi o bastante para Dovizioso, Petrucci e Pirro, este como wild-card no fim de semana, lutarem pela pole no GP da Itália. A posição de honra em Mugello ficou com Marc Márquez, que destronou Fabio Quartararo no fim e anotou o novo recorde de volta da pista.
 
A melhor Ducati foi a de Petrucci, que vai largar na terceira posição. Dovizioso, por sua vez, obteve apenas o nono lugar no grid, três posições à frente do wild-card Pirro.

Paddockast #20
Punições tardias, circuitos chatos… O que tem de acabar no esporte a motor?

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar