Dovizioso confirma forma e ponteia primeiro treino da MotoGP em Losail. Rossi e Márquez vêm na cola

Andrea Dovizioso apostou em um par de pneus médios para cravar 1min55s366 e liderar a primeira sessão de treinos livres da MotoGP no Catar. 0s061 mais lento, Valentino Rossi ficou em segundo, com Marc Márquez completando o rol dos três primeiros

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Andrea Dovizioso abriu a temporada 2018 com o pé direito. Confirmando a boa forma exibida ao longo da fase de testes do Mundial, o #4 ditou o ritmo na tarde desta sexta-feira (16) em Losail. Com um par de pneus médios, o italiano cravou 1min55s366 na melhor de suas 14 voltas.
 
Bem ao longo de toda a sessão, Valentino Rossi chegou a assumir a ponta nos instantes finais, mas vou Dovizioso bater bem sua marca. Com um composto macio na traseira, o #46, então, alcançou 1min55s427 e levou para 0s061 a vantagem do rival da Ducati no topo da tabela.
Andrea Dovizioso liderou o primeiro treino da MotoGP na temporada 2018 (Foto: Twitter)
0s377 mais lento que Dovizioso, Marc Márquez ficou com o terceiro posto, à frente de Andrea Iannone e Jorge Lorenzo. Johann Zarco teve problemas com a M1 no início da sessão, mas acabou em sexto.
 
Com 0s623 de atraso para o líder, Cal Crutchlow fez o sétimo tempo, escoltado por Álex Rins, Danilo Petrucci e Tito Rabat. Maverick Viñales foi só 11º, 0s764 mais lento que o líder.
 
Saiba como foi o primeiro treino da MotoGP em Losail:
 
Com a nova programação do GP do Catar, o primeiro treino da MotoGP começou com o sol ainda brilhando no céu de Losail, o que mantinha as temperaturas elevadas. Quando o pit-lane foi aberto, os termômetros marcavam 31°C, com o asfalto chegando a 43°C. A velocidade do vento era de 19 km/h.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Logo na saída do pit-lane, a moto de Karel Abraham apresentou problemas, forçando o tcheco a voltar para os boxes da Ángel Nieto.
 
Quando todos completaram o primeiro giro, Lorenzo apareceu no topo da tabela. Com um par de pneus médios, o #9 cravou 1min57s779, 0s831 melhor que Rins. Rossi era o terceiro, seguido por Miller e Petrucci.
 
Na passagem seguinte, Lorenzo entrou em 1min56s, mas não manteve a ponta, já que Rossi foi 0s212 melhor. Aleix era agora o terceiro, seguido por Crutchlow, Márquez e Iannone.
 
Jorge respondeu rápido e retomou o comando ao anotar 1min56s439, mas Márquez logo passou 0s395 melhor para tomar o comando do exercício. Dovizioso era o terceiro, à frente de Rossi.
 
Líder da pré-temporada, Zarco não marcou tempo nos primeiros minutos da sessão, já que teve de voltar aos boxes da Tech3 com um problema na YZR-M1.
 
Na primeira rodada de pit-stops, Márquez seguia no topo da tabela, à frente de Lorenzo, Petrucci, Crutchlow, Rossi, Dovizioso, Iannone, Viñales, Aleix e Zarco. Entre os novatos, o melhor era Nakagami, que tinha o 13º posto.
 
De volta à pista, Dovizioso, que calçava um par de pneus médios, saltou para o segundo posto, 0s048 mais lento que Márquez. Rossi, ainda com um duro na frente e um médio atrás, também foi melhor e se instalou em terceiro, 0s076 atrás do líder.
 
Na sequência, Dovizioso chegou a 1min55s806 e assumiu a ponta, com Crutchlow também passando Márquez para ocupar a segunda colocação. Lorenzo, então, baixou sua marca e formou uma dobradinha com Dovizioso, com Zarco subindo para sétimo.
 
Com cerca de 15 minutos para o fim da sessão, Pol Espargaró sofreu uma queda na curva 4. A RC16 levou a pior, mas o piloto não parece ter sofrido nada de mais preocupante.
 
Pouco depois, Álvaro Bautista também caiu, na curva 7, no caso, e teve de voltar aos boxes de carona.
 
Na segunda e última rodada de pits, Dovizioso permanecia no comando, 0s082 à frente de Lorenzo. Márquez era o terceiro, à frente de Crutchlow, Zarco, Petrucci, Rossi, Aleix, Rabat e Rins. Viñales era 12º, com Pedrosa em 13º. 
 
Com pneus mais macios ― médio na frente e macio atrás ―, Rossi chegou a 1min55s723 e assumiu o comando, mas ficou pouco por lá, já que Dovizioso, com um par de médios, virou 0s357 melhor para ficar com a liderança. Lorenzo era o terceiro, à frente de Márquez e Crutchlow.
 
O #46, então, deu outra boa volta, mas apenas para reduzir para 0s061 a vantagem de Dovizioso no topo da tabela.
 
Com a bandeira quadriculada tremulando em Losail, ninguém conseguiu superar Dovizioso, que ficou com a liderança, 0s061 à frente de Rossi. Márquez completa o top-3.

MotoGP, GP do Catar, Losail, 1º Treino Livre:
1 4 ANDREA DOVIZIOSO ITA  DUCATI 1:55.366  
2 46 VALENTINO ROSSI ITA YAMAHA 1:55.427 +0.061
3 93 MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 1:55.743 +0.377
4 29 ANDREA IANNONE ITA SUZUKI 1:55.816 +0.450
5 99 JORGE LORENZO ESP  DUCATI 1:55.888 +0.522
6 5 JOHANN ZARCO FRA TECH3 YAMAHA 1:55.943 +0.577
7 35 CAL CRUTCHLOW ING LCR HONDA 1:55.989 +0.623
8 42 ÁLEX RINS ESP SUZUKI 1:55.997 +0.631
9 9 DANILO PETRUCCI ITA PRAMAC DUCATI 1:56.076 +0.710
10 53 TITO RABAT ESP AVINTIA DUCATI 1:56.111 +0.745
11 25 MAVERICK VIÑALES ESP YAMAHA 1:56.130 +0.764
12 26 DANI PEDROSA ESP HONDA 1:56.265 +0.899
13 41 ALEIX ESPARGARÓ ESP APRILIA GRESINI 1:56.313 +0.947
14 19 ÁLVARO BAUTISTA ESP ÁNGEL NIETO DUCATI 1:56.528 +1.162
15 55 HAFIZH SYAHRIN MAL TECH3 YAMAHA 1:56.544 +1.178
16 43 JACK MILLER AUS PRAMAC DUCATI 1:56.680 +1.314
17 44 POL ESPARGARÓ ESP KTM 1:56.999 +1.633
18 45 SCOTT REDDIING ING APRILIA GRESINI 1:57.115 +1.749
19 30 TAKAAKI NAKAGAMI JAP LCR HONDA 1:57.183 +1.817
20 12 THOMAS LÜTHI SUI MARC VDS HONDA 1:57.211 +1.845
21 21 FRANCO MORBIDELLI ITA MARC VDS HONDA 1:57.273 +1.907
22 38 BRADLEY SMITH ING KTM 1:57.389 +2.023
23 10 XAVIER SIMÉON BEL AVINTIA DUCATI 1:59.151 +3.785
24 17 KAREL ABRAHAM RTC ÁNGEL NIETO DUCATI 1:59.462 +4.096
             
RECORDE JORGE LORENZO ESP YAMAHA 1:54.927 168.5 km/h
MELHOR VOLTA JORGE LORENZO ESP YAMAHA 1:53.927 170.0 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 31°C | pista: 39ºC

#GALERIA(8327)

Aos 39 anos, Rossi acelera para se afastar da aposentadoria na MotoGPAo provar que Ducati pode vencer, Dovizioso mira concluir o que iniciouLorenzo vai para segundo ano na Ducati tentando recuperar performance


"VOCÊ TEM DE RESPEITAR"

EMOÇÃO GENUÍNA DE BARRICHELLO É EXEMPLO DE MOTIVAÇÃO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube