Dovizioso destrona Morbidelli em pista secando e ponteira TL3 na Tailândia. Márquez é 4ª

Já com o cronômetro travado, Andrea Dovizioso usou pneus slicks para bater Franco Morbidelli em sua última volta e assegurar a liderança do TL3 com 0s824 de vantagem. Álex Rins ficou com o terceiro tempo, à frente de Marc Márquez

Depois da chuva, o sol. Em uma manhã onde a água acabou por adiar e reduzir o terceiro treino da MotoGP, foi a pista seca que fez diferença na manhã deste sábado (5). Em uma batalha de slicks macios, Andrea Dovizioso foi quem levou a melhor e assegurou a liderança em Buriram.
 
Após o início do treino ― mais uma vez ― ser adiado por conta do acúmulo de água na curva 1, um sol apareceu entre nuvens em Chang e acelerou a secagem da pista, permitindo o uso de pneus slicks por alguns pilotos nos minutos finais.
Andrea Dovizioso (Foto: Reprodução)
Já com o cronômetro zerado, Franco Morbidelli, com um par de macios lisos, tinha a liderança e ainda teve tempo para melhorar mais uma vez. Ainda em volta, porém, Dovizioso apareceu 0s824 melhor para assegurar o topo da tabela com 1min36s250.
 
Mais 0s570 atrás, Álex Rins ficou com o terceiro tempo, à frente de Marc Márquez, que foi 2s614 mais lento sem usar os slicks. Maverick Viñales aparece na sequência, seguido por Karel Abraham, Cal Crutchlow, Joan Mir e Fabio Quartararo. Miguel Oliveira fecha o top-10. 
 

O GP da Tailândia de MotoGP está marcado para o domingo, às 4h (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.

Paddockast #36
O MELHOR PILOTO SEM VITÓRIA NA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Saiba como foi o treino livre 3 da MotoGP em Buriram:
 
Depois do treino da Moto3, o início da MotoGP sofreu um novo adiamento por conta do volume de água na curva 1. Assim, a sessão foi reduzida em 10 minutos, caindo para 35.
 
Quando os pilotos entraram na pista, a chuva tinha parado e os termômetros marcavam 25ºC, com o asfalto chegando a 31°C. A velocidade do vento era de 8 km/h.
 
Com 1min43s271, Márquez abriu o TL3 no topo da tabela e logo tratou de baixar sua marca para seguir na ponta, 2s016 melhor que Danilo Petrucci, o segundo colocado. Jack Miller, então, apareceu para tomar o segundo posto, reduzindo a margem do #93 para 1s659.
 
Com um par de pneus de chuva médios, Márquez foi a 1min41s835, 0s229 melhor que Dovizioso, o segundo colocado. Pouco depois, Maverick Viñales assumiu a segunda colocação, baixando a margem do #93 para 0s018. Jack Miller era o terceiro, escoltado por Dovizioso, Petrucci e Valentino Rossi.
 
Viñales, então, foi a 1min41s088 e colocou a Yamaha na ponta, 0s482 à frente de Petrucci, que avançou para a segunda colocação. Francesco Bagnaia subiu para o terceiro posto, à frente de Franco Morbidelli e Miller.
 
Na volta seguinte, a décima do italiano nesta manhã, Bagnaia subiu para o segundo lugar, corta vantagem de Viñales para 0s163.
 
Na sequência, Joan Mir foi a 1min41s136 e assumiu o segundo posto, 0s048 mais lento que Viñales. Bagnaia caiu para terceiro, seguido por Petrucci e Nakagami.
 
Mir, então, tomou a liderança, mas logo foi superado por um Rossi 0s039 melhor. O #46 mal se instalou na ponta, todavia, e Álex Rins passou 0s166 mais rápido para liderar. 
 
Já na parte final da sessão, o sol começou a aparecer em Buriram, assim como trilhos secos na pista. Com 1min40s137, Morbidelli tomou a ponta, 0s015 melhor que Oliveira, o terceiro colocado. Quartararo vinha na sequência, seguido por Miller e Rins.
 
Depois de uma passagem pelos boxes da Honda, Márquez voltou para a pista para cravar 1min38s864 e assumir a ponta, 0s305 melhor que Viñales. Quartararo, Morbidelli, Oliveira e Rossi vinham na sequência.
 
Com cerca de 3 minutos para o fim da sessão, os slicks começaram a entrar em cena. Com um par de macios, Rins saltou para o terceiro posto, 0s843 mais lento que Marc. Logo depois, Morbidelli tomou a ponta do #93 por 1s271, ta,bem calçando os slicks macios.
 
Na mesma combinação de pneus, Dovizioso saltou para segundo, reduzindo a vantagem do piloto da SIC para 0s705. 
 
Já com a bandeira quadriculada tremulando em Buriram, Rins subiu para a segunda colocação, 0s051 mais lento que o #21. Franco ainda conseguiu melhorar em sua última volta, mas viu Dovizioso aparecer 0s824 melhor e ficar com a ponta.

Previsão do tempo para Buriram
GP da Tailândia Chang

!function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(!d.getElementById(id)){js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=’https://weatherwidget.io/js/widget.min.js’;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}}(document,’script’,’weatherwidget-io-js’);


MotoGP 2019, GP da Tailândia, Buriram, treino livre 3:
1 A DOVIZIOSO Ducati 1:36.250  
2 F MORBIDELLI SIC Yamaha 1:37.074 +0.824
3 A RINS Suzuki 1:37.644 +1.394
4 M MÁRQUEZ Honda 1:38.864 +2.614
5 M VIÑALES Yamaha 1:38.949 +2.699
6 K ABRAHAM Avintia Ducati 1:39.057 +2.807
7 C CRUTCHLOW LCR Honda 1:39.502 +3.252
8 J MIR Suzuki 1:39.926 +3.676
9 F QUARTARARO SIC Yamaha 1:40.019 +3.769
10 M OLIVEIRA Tech3 KTM 1:40.152 +3.902
11 V ROSSI Yamaha 1:40.232 +3.982
12 J MILLER Pramac Ducati 1:40.289 +4.039
13 M KALLIO KTM 1:40.389 +4.139
14 T NAKAGAMI LCR Honda 1:40.463 +4.213
15 J LORENZO Honda 1:40.886 +4.636
16 F BAGNAIA Pramac Ducati 1:41.251 +5.001
17 T RABAT Avintia Ducati 1:40.351 +4.101
18 H SYAHRIN Tech3 KTM 1:40.409 +4.159
19 D PETRUCCI Ducati 1:40.570 +4.320
20 A IANNONE Aprilia Gresini 1:42.301 +6.051
21 P ESPARGARÓ KTM 1:42.559 +6.309
  A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 1:45.425 +9.175
         
REC M MÁRQUEZ Honda 1:30.031 182.0  km/h
MV A DOVIZIOSO Ducati 1:36.250 170.3 km/h
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube