Ducati anuncia acordo com Aldeguer por duas temporadas e estreia na MotoGP em 2025

A Ducati novamente decidiu movimentar o mercado da MotoGP antes da hora e anunciou com a contratação de Fermín Aldeguer por duas temporadas, mas ainda sem equipe definida

A Ducati segue movimentando o mercado de pilotos para a temporada 2025. Depois de se antecipar e confirmar a renovação de Francesco Bagnaia, a montadora italiana decidiu anunciar a contratação de Fermín Aldeguer para os próximos dois anos. Atualmente, o piloto de 18 anos está na Moto2, sendo uma das grandes sensações do grid.

Nascido na cidade espanhola de Murcia, Aldeguer estreou no Mundial de Motovelocidade em 2021 e diretamente na Moto2. Em sua estreia, na Itália, terminou na sétima posição. O destaque, porém, veio em 2023 ao conquistar cinco vitórias na temporada e terminando o campeonato na terceira colocação como a equipe SpeedUp.

Relacionadas


Por conta do bom desempenho na reta final do último certame da classe intermediária, Fermín chegou a ser especulado em equipes como Honda e VR46, mas acabou ficando mais um ano no calendário. Agora, acerta para ser piloto da Ducati, mas a montadora italiana ainda não definiu qual equipe vai receber o jovem talento a partir de 2024, com a Pramac largando na frente por ser uma satélite que corre com a versão atualizada da Desmosedici GP.

Atualmente, no entanto, a Pramac conta com Jorge Martín e Franco Morbidelli como pilotos e ambos possuem contratos apenas até o final da atual temporada. Enquanto o espanhol é especulado para uma promoção ao time de fábrica, o ítalo-brasileiro está com a vaga em risco depois de perder os testes no começo do ano por lesão e começar mal o campeonato no Catar.

Fermín Aldeguer foi alvo de muitas equipes da MotoGP nos últimos meses (Foto: SpeedUp)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Estou empolgado com essa oportunidade. Graças a Ducati vou realizar o sonho que persegui desde minha infância. O tempo para o grande salto finalmente chegou e vou competir com os melhores pilotos do mundo, ainda mais com a melhor moto do grid. Quero expressar minha gratidão ao Gigi Dall’Igna [chefe da fábrica] pela confiança em mim desde o começo das conversas”, destacou Aldeguer.

“Quero também agradecer Luca Boscoscuro [chefe da SpeedUp] por tudo que compartilhamos e pelo que vamos fazer neste ano. Agradeço minha família, meu empresário Héctor Faubel e todos que, de uma forma ou outra, acrescentaram na minha jornada até aqui. Agora que sei o que farei no futuro, posso focar apenas nesta temporada, pois vou encarar um grande desafio na Moto2 e vou mirar os melhores resultados antes dessa nova aventura na MotoGP”, completou.

Gigi Dall’Igna, chefe da divisão de corridas da Ducati, também comentou a contratação de Aldeguer e exaltou o jovem piloto espanhol.

“Gostaria de receber o Fermín na família Ducati e mal posso esperar para vê-lo andando com nossa Desmosedici GP. Estou empolgado com esse acordo porque o Aldeguer é um dos mais talentosos pilotos dessa nova geração na MotoGP. Nos últimos anos, acompanhamos sua evolução e ano passado ele mostrou uma velocidade incrível. É uma rapaz muito jovem e com potencial para andar bem se a dermos o suporte técnico para evoluir”, disse o dirigente.

MotoGP volta a acelerar entre os dias 22 e 24 de março, em Portimão, em Portugal, com a segunda etapa do campeonato de 2024. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.