Ducati rotula de “muito lamentável” incidente entre Bagnaia e Marc Márquez em Portugal

Chefe da Ducati Corse, a divisão de corridas, Gigi Dall’Igna classificou como “muito lamentável” o incidente entre Francesco Bagnaia e Marc Márquez no GP de Portugal. O dirigente, porém, não foi muito além e avaliou que comentários adicionais seriam “supérfluos”

Pecco Bagnaia e Marc Márquez caíram a três voltas para o fim (Vídeo: MotoGP)

Chefe da Ducati Corse, Gigi Dall’Igna classificou como “muito lamentável” o incidente entre Francesco Bagnaia e Marc Márquez no GP de Portugal de domingo (24). O dirigente, contudo, não quis ir além e avaliou que comentários adicionais seriam “supérfluos”.

Faltando três voltas para o fim da corrida em Portimão, os dois duelavam pela quinta colocação. Márquez mergulhou na curva 5 e passou, mas escapou da trajetória. Pecco tentou aproveitar para recuperar o posto, mas tampouco manteve a linha fechadinha. Os dois se tocaram e caíram. Bagnaia abandonou, mas Marc ainda voltou para a pista para receber a bandeirada em 16º.

Relacionadas


O Painel de Comissários da FIM (Federação Internacional de Motociclismo) revisou o lance, mas considerou que foi um incidente de corrida e não aplicou punições.

No tradicional balanço pós-corrida publicado pela Ducati, Dall’Igna comentou o acidente, mas evitou apontar culpados, destacando que os dois saíram prejudicados. Em termos gerais, o dirigente avaliou que o fim de semana teve coisas boas e ruins.

Gigi Dall’Igna elogiou Jorge Martín e Francesco Bagnaia (Foto: Ducati)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Podemos dizer que somos sempre protagonistas… em todos os aspectos: de forma positiva, mas, neste fim de semana, também com um cunho negativo, em uma corrida que concentrou todas as emoções nas últimas duas voltas”, disse Dall’Igna. “Um Jorge [Martín] tenaz e combativo tomou para si um desafio duro e difícil: uma disputa com muitas incógnitas, conduzida e concluída com resistência, concentração e teimosia, sem nunca desistir. Foi uma merecida recompensa pela perseverança mostrada no GP e ao longo de todo o fim de semana”, seguiu.

“A Ducati também ganhou o segundo lugar no pódio com Enea [Bastianini]: coragem e determinação por um resultado muito valioso. Hoje era mais importante para ele estar ali na frente, ele precisava disso, ainda mais estando em uma pista que ele sentia dele. Estamos no início da temporada e, sem nenhuma dúvida, este segundo lugar conta como vitória”, avaliou.

Ao abordar o incidente, Gigi avaliou que a corrida foi “complexa”.

“Muito lamentável foi o incidente envolvendo Pecco e Marc, que negou aos dois a chance de somar pontos importantes na classificação do campeonato, em uma corrida complexa na qual eles não conseguiram disputar a vitória. Honestamente, qualquer outro comentário seria totalmente supérfluo”, avaliou.

Ainda, Dall’Igna destacou que tinha sido um fim de semana difícil para Bagnaia, que não conseguiu encontrar um bom equilíbrio quando a moto.

“Foi um fim de semana difícil para Pecco, no qual não conseguimos encontrar o equilíbrio certo, diferente do que conseguimos fazer em outras ocasiões, ainda que na sprint tudo tenha parecido correr bem até o erro que custou a ele a vitória. Um sentimento de incerteza, uma luta constante, tudo isso finalmente confirmado da pior maneira possível. Teremos de entender a razão e imediatamente achar a solução, sem alarmismo: isso é o que conta no final”, defendeu. “De qualquer forma… nunca abaixe a guarda! Este parece ser o disco arranhado desse início de temporada: já vimos e dissemos tudo, mas isso sempre serve para nos lembrar o quanto todos melhoraram, o quão numerosos e destemidos são os nossos rivais, até mesmo os mais jovens, com o entusiasmo, o talento e a velocidade, desprovidos de qualquer medo reverencial”, ponderou.

“Vai ser um longo e empolgante campeonato, que viveremos junto com nossos fãs, corrida após corrida. Vamos, Ducati”, encerrou.

MotoGP volta à pista entre os dias 12 e 14 de abril, para o GP das Américas, em Austin, terceira etapa do campeonato de 2024. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.