MotoGP

Em busca de evolução, Aprilia apresenta RS-GP de Aleix Espargaró e Iannone com visual repaginado para 2019

Sem maiores alardes, a Aprilia apresentou nesta sexta-feira (22) a versão 2019 da RS-GP. Em busca de evolução na MotoGP, a casa de Noale mudou o visual da moto que será utilizada por Aleix Espargaró e Andrea Iannone nesta temporada
Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo
Foi uma apresentação para lá de discreta. Sem fazer maiores alardes, a Aprilia apresentou nesta sexta-feira (22) a versão 2019 da RS-GP. E com um visual para lá de repaginado.
 
Até o ano passado, o protótipo de Noale vinha com as cores da Itália predominantes, mas agora, apesar de vermelho, branco e verde seguirem em destaque, o preto aparece como cor predominante.
Andrea Iannone e Aleix Espargaró (Foto: Aprilia)
O visual, no entanto, não é a única mudança no time italiano. Como tem acontecido seguidamente com a Aprilia, o quadro de pilotos é diferente, já que Andrea Iannone chega para substituir Scott Redding ao lado de Aleix Espargaró.

Além da mudança no quadro de pilotos, a Aprilia também se reforçou com a contratação e Massimo Rivola, que deixou a F1 após 20 temporadas para atuar como diretor-executivo da Aprilia Racing.

“É sempre arriscado falar em expectativas antes da nova temporada, mas isso é natural quando se trata de um departamento de corridas premiado como é o da Aprilia Racing”, disse Rivola. “Nossa estante de troféus em si exige um crescimento constante, um esforço coletivo para chegarmos a um nível competitivo na MotoGP também”, seguiu.
 
“Na minha chegada, eu encontrei um grupo onde não falta habilidade e paixão, assim como uma lealdade extraordinária às cores do time, que serão parte fundamental do nosso projeto”, comentou. “Podemos contar com dois pilotos extraordinariamente talentosos, que, embora muito diferentes um do outro, compartilham a mesma paixão por esse esporte. Não é exagero pensar em nós como um ‘Davi’ contra as gigantes do mundo do motociclismo e eu não tenho problemas com essa comparação, já que, no fim, Davi triunfou”, concluiu.
 
Cumprindo a promessa que fez a Espargaró de injetar mais recursos no projeto da MotoGP, a Aprilia também contratou Bradley Smith para atuar como piloto de testes. O britânico, que era titular da KTM até o ano passado, teve, inclusive de substituir Iannone durante os testes de Sepang, já que o titular do time sofreu com uma inflamação dentária. Além disso, a escuderia italiana já confirmou que Smith vai disputar ao menos cinco corridas neste ano.