Ex-companheiro de Yamaha, Edwards entrega segredo da longevidade de Rossi: “Só tem de se preocupar com as corridas”

Ex-companheiro de Valentino Rossi na Yamaha, Colin Edwards afirmou que a longevidade do italiano na MotoGP é fruto de seu estilo de vida, já que o #46 pode se preocupar apenas em correr. Norte-americano apostou em novas vitórias do multicampeão em 2017

 

Companheiro de Valentino Rossi na Yamaha entre as temporadas 2005 e 2007, Colin Edwards guarda boas memórias do tempo em que dividiu as atenções com o #46 no time de Iwata. 

 
Em entrevista ao site italiano ‘GPOne’, o bicampeão do Mundial de Superbike, que soma 12 pódios na MotoGP — cinco segundos lugares e sete terceiros — e três poles, classificou como “maravilhosas” as temporadas em que esteve ao lado do piloto de Tavullia e afirmou que não tem arrependimentos na carreira, mesmo que a vitória não tenha acontecido. 
Colin Edwards foi companheiro de equipe de Rossi por três anos (Foto: Mirco Lazzari/Forward)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Tive três temporadas maravilhosas ao lado de Rossi”, recordou Edwards. “Ele ganhou muitas corridas e acho que eu fiz meu melhor, tirei proveito máximo das minhas habilidades. Disputei muitas temporadas na MotoGP e consegui satisfação e pódios”, seguiu.
 
“A vitória? Perdi por um fio de cabelo e, considerando quem eram meus rivais — Valentino e [Max] Biaggi —, posso dizer que não tenho arrependimentos”, comentou.
 
Questionado se, aos 38 anos, Rossi ainda pode permanecer no topo da MotoGP, Edwards avaliou que sim, especialmente porque o italiano pode se dar ao luxo de pensar apenas nas corridas. 
 
“Olha, eu me aposentei aos 40 anos. Eu estava fisicamente em forma, mas era duro aguentar mentalmente, porém para Rossi… bom, ele não tem uma esposa, não tem filhos… Você sabe o que eu quero dizer — menos problemas para ele”, brincou. “Em resumo, Valentino só tem de se preocupar com as corridas e estou convencido de que ele vai ser sair muito bem. Ele vai brigar por vitórias”, concluiu.
PADDOCK GP #64 RECEBE FELIPE GIAFFONE E DEBATE CRISE NA F-TRUCK

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube