Ezpeleta admite chance de arquibancadas vazias, mas diz que “fazer corridas” é prioridade

Diretor-executivo da Dorna, Carmelo Ezpeleta admitiu que a epidemia de coronavírus pode forçar a realização de corridas com as arquibancadas vazias. O dirigente ressaltou, entretanto, que a prioridade é fazer as 19 corridas restantes

A epidemia do coronavírus está forçando mudanças no calendário da MotoGP. E, com uma situação que muda dia após dia, Carmelo Ezpeleta sabe que pode precisar de novas modificações no decorrer da temporada.
 
Até aqui, o GP do Catar foi cancelado para a classe rainha ― Moto3 e Moto2 acontecem normalmente, já que estavam em Losail por causa dos testes da pré-temporada antes das restrições aos cidadãos vindos da Itália ― e a prova da Tailândia precisou ser transferida de maio para outubro
Carmelo Ezpeleta (Foto: Divulgação/MotoGP)
Paddockast #50
GRANDES PROMESSAS QUE NÃO VINGARAM

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

Nesta quinta-feira, em uma coletiva de imprensa em Losail, o diretor-executivo da Dorna contou que tentou várias opções antes de cancelar a prova catari e admitiu que também cogitou trocar o GP das Américas, marcado para o início de abril, com uma das corridas espanholas
 
Questionado se é possível que aconteçam corridas sem espectadores, Ezpeleta respondeu: “Tudo é possível. O mais importante para nós é ter uma solução para tudo”. 
 
“A Dorna, em seu acordo com a FIM e a IRTA, é uma companhia que organiza corridas. Essa é a nossa obrigação. Apesar de qualquer outra coisa. Para nós, o mais importante, mais do que a questão econômica ou o que quer que seja, é fazer corridas”, sublinhou. “E eu garanto que, com a colaboração de todas as pessoas da IRTA, dos chefes de MotoGP, Moto2 e Moto3, nós vamos tentar fazer o máximo de corridas que pudermos. Não vou dizer agora que estou otimista, mas a única coisa que prometo é que vamos trabalhar duro para qualquer solução que aconteça para fazer as corridas. As 19 corridas restantes”, encerrou. 
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube