Bagnaia celebra competitividade e diz que vitória na Indonésia “deu muita motivação”

Francesco Bagnaia assumiu que saiu abanado do forte acidente que sofreu no GP da Catalunha, mas celebrou a reação na Indonésia que lhe permitiu reconquistar a liderança da MotoGP cerca de 24h depois de perdê-la para Jorge Martín

Francesco Bagnaia assumiu que a vitória no GP da Indonésia de domingo (15) “deu muita motivação”. Com o resultado em Mandalika, o italiano agora tem 18 pontos de vantagem para Jorge Martín.

O fim de semana na Indonésia, porém, não foi dos mais simples. Pecco se classificou apenas em 13º e conseguiu avançar para oitavo na sprint, que resultou na perda da liderança do campeonato para Martín, que chegou a abrir sete pontos de frente.

Francesco Bagnaia venceu na Indonésia e retomou a liderança do campeonato (Foto: Divulgação/ MotoGP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Na corrida, contudo, Bagnaia surgiu mais agressivo e escalou rapidamente o pelotão até tomar a liderança e vencer.

“Eu estava sofrendo muito para ultrapassar. O ritmo não era ruim, mas não tive nenhuma chance de ultrapassar meu companheiro de equipe”, disse Bagnaia, se referindo ao sábado. “Mas hoje nós melhoramos muito. Já no warm-up eu me senti melhor e, na corrida, simplesmente tentei fazer o máximo na largada”, explicou.

“Devo dizer que o pneu dianteiro duro me ajudou a frear muito forte”, apontou. “Quando estava em terceiro, estava só forçando para alcançar Maverick. Dava para ver que Martín estava escapando, mas eu estava achando que o ritmo de Jorge era forte demais. Estava começando a sentir um desgaste na traseira, mas, depois da queda dele, tentei forçar outra vez por duas ou três voltas”, relatou.

“Realmente curti a última volta e sabia que os caras de trás estavam chegando, mas só tentei fechar a volta”, comentou.

Questionado se era mais importante voltar a vencer pela primeira vez desde o GP da Áustria ou retomar a liderança do Mundial, Bagnaia respondeu: “Os dois! Do meu lado, essa vitória significa muitas coisas. Fomos muito competitivos outra vez. Este feeling estava faltando, então ter essa performance outra vez foi muito importante”.

“No momento em que Jorge abandonou, era importante somarmos o maior número de ponto disponível. E fizemos isso”, ressaltou. “Desde aquele momento em Barcelona, não foi fácil. Honestamente, essa vitória de hoje deu muita motivação”, encerrou.

MotoGP volta a acelerar no GP da Austrália, em Phillip Island, no final de semana do dia 22 de outubro. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.