Morbidelli destaca limitações físicas em Austin, mas comemora “bom final de semana”

Franco Morbidelli sequer pontuou no GP das Américas, fechando o dia apenas em 19º, mas gostou de alguns avanços obtidos com a Yamaha ao longo do fim de semana. E espera melhorar ainda mais em Misano

Grave acidente envolveu diversos pilotos da Moto3 e encerrou a prova (Vídeo: Reprodução/DAZN)

As 20 voltas do GP das Américas foram duras para todo o pelotão da MotoGP, com o forte calor e alta umidade, além das ondulações no circuito em Austin. Muitos pilotos saíram cansados, mas Franco Morbidelli sentiu mais os problemas, especialmente voltando de lesão no joelho, e encerrando o domingo apenas em 19º.

O atual vice-campeão fez apenas a segunda corrida desde que retornou à MotoGP. Morbidelli ficou quase três meses parado por conta de um problema no joelho e ainda sente dores em algumas sessões.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
Quartararo tem primeiro match-point da temporada em Misano. Confira classificação

Franco Morbidelli em ação no circuito de Austin (Foto: Yamaha)

“Foi bem difícil. Uma pista muito exigente e condições complicadas. Infelizmente não fui capaz de manter o ritmo durante toda a prova, depois de oito voltas eu precisei diminuir o ritmo para conseguir chegar ao final. Minha condição física não é ideal neste momento para correr aqui no Circuito das Américas, com essa temperatura e esse tipo de asfalto”, explicou Morbidelli.

“No geral, foi um bom final de semana. Melhoramos a velocidade e o acerto da moto. Tenho mais duas semanas para melhorar fisicamente e trabalhar mais para a segunda etapa em Misano”, seguiu o ítalo-brasileiro da Yamaha.

A MotoGP volta às pistas em 23 de outubro para o GP da Emília Romanha, em Misano. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar