MotoGP

GP da Holanda encerra tradição e anuncia que edições futuras em Assen serão disputadas aos domingos

As corridas na lendária ‘Catedral da Motovelocidade’ serão disputadas não mais aos sábados, como tradicionalmente acontece, mas sim aos domingos, a partir do ano que vem. A organização do GP da Holanda entende que a mudança vai trazer mais exposição de mídia e será mais atraente ao público

Warm Up / Redação GP, de Sumaré
No dia que abriu as atividades de pista para o GP da Holanda de MotoGP, a organização da prova anunciou uma decisão que muda drasticamente a tradição da corrida em Assen. A partir do ano que vem, a disputa será realizada não mais no último sábado de junho, como tradicionalmente é feito, mas no domingo. Segundo os dirigentes que promovem e organizam o evento em Assen, a ‘Catedral da Motovelocidade’, a decisão divulgada nesta quinta-feira (25) foi motivada pela razão de atrair maior exposição da mídia e também para ser mais atraente ao público, ainda que a corrida seja uma das que mais tem a presença do espectador em todo o Mundial.

“No atual padrão holandês, é mais atraente realizar um evento esportivo top do que aos sábados. Aos domingos também há maior exposição da mídia em relação a esses eventos, e Assen certamente vai tirar proveito disso”, informou a organização do GP da Holanda por meio de comunicado.
Fim da tradição: GP da Holanda será aos domingos a partir do ano que vem (Foto: Honda)
“Isso também se justifica na intenção de aumentar o número de espectadores. Ao mudar os dias de treinos para sexta-feira e sábado, o circuito de Assen vai se tornar ainda mais atraente para uma visita de múltiplos dias e também para a compra de ingressos para todo o fim de semana. Mudar a corrida para domingo representa um ajuste melhor para alinhar com outros eventos no esporte a motor e no motociclismo e com o espírito dos tempos. Quase todos os grandes eventos esportivos ao redor do mundo são realizados aos domingos”, acrescentou.

“Eles vão manter a tradição do último fim de semana de junho, de modo que a mudança [da corrida] de sábado para domingo pode ser vista como uma velha tradição dotada de um toque moderno”, finalizou o comunicado do GP da Holanda.

As atividades de pista da classe rainha, além da Moto2 e da Moto3 começaram nesta quinta-feira. Na MotoGP, Valentino Rossi abriu os trabalhos colocando a Yamaha na frente, mas Dani Pedrosa deu o troco com a Honda e liderou a dobradinha da equipe no segundo treino em Assen.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todo o fim de semana do GP da Holanda pelo Mundial de Motovelocidade.