GUIA 2020: Com duo de Márquez, Honda tem nova chance de provar qualidade da RCV

Marc e Álex vão ter a missão de seguir com a excelência da equipe nipônica em 2020. Em um time familiar, o irmão excepcional e o irmão estreante têm tudo nas mãos para mais um ano de sucesso na classe rainha do Mundial

A MOTOGP VAI LIDAR NÃO UM, MAS COM DOIS MÁRQUEZ NA TEMPORADA 2020. Não bastasse o hexacampeão Marc, que tem varrido tudo, a Honda ainda promoveu o irmão mais novo, Álex, para formar time totalmente familiar.

O #73 chega à classe rainha do Mundial de Motovelocidade com todos os holofotes em cima de si. O atual campeão da Moto2 vai ter agora a missão de acompanhar o ritmo do #93 para seguir com o histórico vencedor da esquadra nipônica, mas já com uma certeza: a permanência no time amparado pela Repsol não vai acontecer.

Marc vai dividir os boxes da Honda com o irmão Álex (Foto: Repsol)
Paddockast #69 | Papo com Felipe Drugovich
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

O futuro, porém, fica para depois. O fato é dividir os boxes com o #93 não é tarefa das mais fáceis. Apesar dos atrasos causados pela pandemia do novo coronavírus, Marc chega em alta após um 2019 quase que perfeito. Das 19 etapas, foi ao pódio em 18 oportunidades ― ficou de fora apenas no GP das Américas, quando caiu na liderança.

Além disso, o #93 foi o responsável quase exclusivo por levar dar Tríplice Coroa para a Honda. Com um Jorge Lorenzo que mal pontuava e ainda sofreu um grave acidente no meio da temporada, Marc conseguiu sozinho os tentos necessários para trazer o título de equipes.

É inegável que a RC213V é construída e moldada a partir e para o #93. Desde que estreou na classe rainha em 2013, o espanhol de Cervera levou os canecos em todos os anos, com exceção de 2015. Assim, seria incomum que a fábrica japonesa seguisse outro caminho.

Mas a RCV fica tão a gosto do espanhol que outros pilotos têm dificuldade de conseguir acompanhar a forma. O #99 foi um exemplo claro disso em 2019: contratado para formar o ‘dream team’, não conseguiu se encaixar e anunciou a aposentadoria em baixa, em 19º com apenas 28 pontos conquistados.

Portanto, o campeonato de 2020 pode ser uma nova chance para a equipe mostrar que não é para um só competidor. Com Márquez e Márquez lado a lado, muitos apostam na ajuda do mais velho para a adaptação do mais novo.

Os últimos testes coletivos antes do pontapé inicial chegaram a apontar um problema da RC213V. Entretanto, nada que servisse para animar os adversários, pois Marc encontrou a luz antes mesmo dos testes acabarem.

Com um Álex em melhor forma que Jorge, tanto em cima da moto quanto na parte física, e um excepcional #93, fica difícil apostar em qualquer coisa que não seja mais um ano dominado pela cor laranja dos irmãos Márquez.

A não ser que a nova configuração do campeonato decida pregar uma peça em Marc. O filho de Roser e Julià, porém, nunca mostrou grandes problemas de adaptação.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube