Miller testa positivo para Covid-19 e Ducati adia lançamento da moto para 2022

Jack Miller foi mais um nome da MotoGP a testar positivo para Covid-19. O australiano está em isolamento em seu país natal, mas a notícia forçou o adiamento da nova moto da Ducati para fevereiro

F1 COM MAIS TEMPO DE TREINO LIVRE EM 2022: QUE BURRICE!

O mundo da MotoGP também foi afetado pelo aumento de casos da Covid-19. Na última quinta-feira (20), Jack Miller anunciou nas redes sociais que testou positivo e, com isso, a Ducati decidiu adiar o lançamento da nova moto para 7 de fevereiro.

Miller tinha em mente sair da Austrália e viajar para a Europa no dia 27 de janeiro, tendo assim alguns dias de repouso e quarentena antes da apresenção do novo equipamento da montadora italiana.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Jack Miller acabou forçando o adiamento da nova moto da Ducati (Foto: Divulgação/MotoGP)

“Infelizmente, testei positivo para Covid-19, o que significa que estou incapaz de viajar para a Europa. Estou em casa, na Austrália, e bem. Não tive sintomas, então pelo menos posso continuar meu treinamento. Vejo todos vocês nos testes coletivos em Sepang”, disse Miller nas redes sociais.

De acordo com o site The Race, há uma possibilidade da apresentação da Ducati ser antecipada e feita com Michele Pirro, piloto de testes da equipe de fábrica, antes dos testes de pré-temporada na Malásia.

Até o momento, a Gresini foi a única equipe da MotoGP a mostrar suas novas cores para 2022. O cronograma ainda prevê apresentações da RNF no dia 24, além de KTM e Tech3 no dia 27 de janeiro. Em fevereiro, a Yamaha vai mostrar seu equipamento no dia 4, seguida por Ducati (7) e Honda (8).

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar