Mir se vê como “homem a ser batido” em 2021, mas avisa: “Não me considero favorito”

Mesmo na condição de atual campeão do mundo, Joan Mir descarta o favoritismo para 2021. O piloto da Suzuki espera destaca a estranheza de uma nova temporada sob a penumbra da pandemia de Covid-19 para a temporada e se vê como o homem a ser batido na categoria

Honda tenta retomar hegemonia na MotoGP com nova moto para 2021

Dono de uma das mais surpreendentes e improváveis campanhas no esporte a motor nos últimos anos, Joan Mir chega às vésperas da temporada 2021 da MotoGP como o atual campeão da classe-rainha do Mundial de Motovelocidade. O jovem piloto de 23 anos conquistou apenas uma vitória em sua trajetória no ano passado, mas sua regularidade foi o componente crucial para a outrora impensável conquista no campeonato marcado pela força da Suzuki, mas também pela ausência do heptacampeão Marc Márquez. Entretanto, mesmo tendo a condição de campeão do mundo, Mir não se vê como o principal candidato ao título neste novo ano na MotoGP.

O piloto de Palma de Maiorca, abriu o jogo antes do início da temporada a respeito de seu suposto favoritismo para 2021. Mir que não quis adotar o #1, numeração que é comumente oferecida ao campeão, e optou por manter o #36 para a temporada, descartou que é o favorito levantar a taça em 2021, mas admitiu que certa pressão o cerca.

ANÁLISE: Sem Brivio, Suzuki perde peça-chave de reconstrução na MotoGP

JOAN MIR; SUZUKI; MOTOGP; MOTOGP 2021;
Joan Mir parte para a defesa do título na temporada 2021 da MotoGP (Foto: Suzuki)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Esta nova temporada me parece empolgante, com muitos concorrentes rápidos. Mesmo tendo conquistado o título no ano passado, não me considero o favorito para esta temporada, já que acredito que ainda há muito trabalho a ser feito e grandes resultados a alcançar. Mesmo assim, entro em 2021 como o homem a ser batido e, com certeza, há alguma pressão em torno disso. Sinceramente, não me importo, vejo isso como uma coisa positiva porque a pressão sempre me deu um impulso extra ao invés de me conter”, disse o espanhol, na esteira do lançamento da GSX-RR para a temporada 2021.

O sétimo piloto mais jovem a vencer a classe rainha relembrou as dificuldades impostas pela pandemia de Covid-19, que continuarão a assolar o mundo em 2021 e, consequentemente, a MotoGP. “Mais uma vez, vai ser uma temporada estranha com essa pandemia de Covid e com todas as restrições de viagem, mas espero que as coisas possam melhorar não só para nós e a família da MotoGP, mas também para todos os nossos fãs ao redor do mundo”, disse.

Mir, que seguirá tendo ao seu lado na Suzuki o também espanhol Alex Rins #42, ressaltou a confiança na melhora de sua moto para a temporada.

“Deixei minha GSX-RR no ano passado com impressões muito boas. As limitações no desenvolvimento impediram grandes fases de melhoria, mas estou confiante de que o departamento de pesquisa e desenvolvimento da Suzuki e nossos engenheiros e mecânicos de pista possam encontrar alguns passos para melhorar”, afirmou o atual campeão.

Os testes de pré-temporada da MotoGP começaram neste sábado, tendo como palco o circuito de Losail, no Catar. A sessão vai até a próxima sexta-feira, enquanto a temporada está marcada para ter início também no Catar, em 28 de março.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube