Kent surpreende, aproveita erro de Cortese e garante vitória em Valência na última curva

Danny Kent surpreendeu nos metros finais, se aproveitou de um erro de Sandro Cortese e garantiu seu segundo triunfo do ano na última curva de Valência. ZulFahmi Khairuddin também passou Brad Binder no fim e ficou em terceiro

Sandro Cortese caminhava para sua sexta vitória no ano, mas não contava com a astúcia de seu companheiro de Red Bull KTM Ajo. O inglês se aproveitou de um erro do campeão da temporada nos metros finais e garantiu seu segundo triunfo no ano ao ultrapassar o germânico na última curva de Valência neste domingo (11).

Além da boa atuação de Kent no asfalto molhado do circuito Ricardo Tormo, a última prova da temporada também teve um ótimo desempenho de Brad Binder. O sul-africano brigou pelo segundo lugar durante boa parte da prova, mas acabou ultrapassado por ZulFahmi Khairuddin nos metros finais e ficou com o terceiro posto.

Kent conquistou segunda vitória no ano em Valência (Foto: MotoGP)

Héctor Faubel ficou com a quarta colocação, seguido por Louis Rossi e Jakub Kornfeil. Maverick Viñales teve uma atuação bem discreta e ficou com a oitava posição, à frente de Niklas Ajo e Luis Salom.

Com o resultado, Cortese terminou o Mundial com 325 pontos, 111 a mais que Salom, que confirmou o vice-campeonato. Viñales ficou em terceiro, com Kent subindo duas posições e garantindo o quarto posto na classificação. Álex Rins e Romano Fenati completam o top-6 do campeonato.

Saiba como foi a corrida deste domingo:
 
Na pole, Folger teve problemas com a Kalex KTM antes do início da prova e não conseguiu participar da volta de aquecimento. A equipe trabalhou rápido para solucionar a falha e o germânico largou do pit-lane.
 
Salom tomou a ponta logo nos primeiros metros. Oliveira chegou a cair para quarto, mas logo conseguiu recuperar a segunda posição, seguido por Rossi, Vázquez, Kent e Álex Márquez.
 
Salom tentava escapar na ponta, mas era seguido de perto por Oliveira, que era pressionado por  Márquez. Na abertura da terceira volta, o irmão de Marc Márquez assumiu o segundo posto e três curvas mais tarde tomou a ponta de Luis. Miguel também aproveitou para passar o piloto da RW.
 
Rodando na ponta, Álex sofreu uma queda no asfalto molhado de Valência e acabou abandonando a prova. Com a queda do espanhol, Oliveira assumiu a ponta, mas era seguido por Salom. Rossi tinha o terceiro posto, seguido por Vázquez, Cortese, Kent,  Adrian Martin, Khairuddin, Binder e Faubel.
 
Rossi logo conseguiu deixar para Salom para trás e passou Oliveira na sequência, assumindo a ponta. Luis caiu para quinto, ao ser ultrapassado por Vázquez e Cortese. 
 
Vázquez pressionava Oliveira pelo segundo posto, mas o lusitano conseguiu manter a frente. Na liderança, Rossi errou e caiu para quarto. Acompanhando de perto toda a movimentação, Cortese assumiu a ponta, com Vázquez em segundo e Oliveira em terceiro. 
 
Mais atrás, Rossi conseguiu passar Miguel e assumiu o terceiro posto. O português não desistiu e pressionou o rival, mas não conseguiu passar. 
 
Mesmo tendo conseguido largar, a prova de Folger não durou muito tempo. O germânico voltou a ter problemas com a moto e acabou abandonando a disputa.
Cortese fez sua última prova na Moto3 neste fim de semana (Foto: MotoGP)
Faltando 14 voltas para o fim, Cortese seguia na ponta, seguido por Vázquez. Mais atrás, Binder conseguiu passar Oliveira e assumiu o terceiro lugar. Rossi vinha em quinto, seguido por Kent, Khairuddin, Miller, Faubel, Salom e Viñales.
 
Atrás, Maverick conseguiu passar Salom e ficou pressionado por Ajo. Luis respondeu e acabou jogando Viñales para fora. O espanhol conseguiu seguir na pista, mas perdeu a posição para Niklas. 
 
Na frente, Oliveira aproveitou o erro de Vázquez para recuperar o segundo posto e foi acompanhado por Binder. Éfren respondeu e conseguiu passar Brad.
 
No grupo intermediário, Viñales conseguiu passar Salom e assumir o 11º lugar, mas o piloto da RW recuperou a posição na sequência.
 
Cortese seguia na ponta, mas era acompanhado de perto por Vázquez e Oliveira, que se revezavam no segundo posto. Na sequência, Éfren errou, caiu e acabou tirando Oliveira da prova. O piloto da LaGlisse logo se desculpou com o português e os dois abandonaram a disputa. Rossi assumiu o segundo posto, seguido por Binder, Faubel, Kent, Miller, Khairuddin, Kornfeil, Ajo e Viñales. 
 
Em busca de seu primeiro pódio, Binder pressionava Rossi pelo segundo posto e Kent aproveitou a disputa para assumir o segundo lugar. Brad ficou em terceiro, à frente de Louis e Faubel. Mais atrás, Viñales conseguiu passar Ajo e assumiu a oitava colocação. 
 
ZulFahmi conseguiu deixar Héctor e Rossi para trás e assumiu o quarto posto, atrás de Binder. O malaio tentou passar o sul-africano, mas teve de se defender dos ataques de Faubel e acabou ultrapassado.
 
Se Cortese seguia firme na ponta, a disputa atrás dele era quente. Binder tentava passar Kent, mas tinha de ficar alerta com a pressão de Faubel. Na abertura do último giro, Khairuddin conseguiu passar Faubel, que errou na sequência e acabou perdendo terreno. 
 
Brad seguia pressionando Danny, mas agora tinha de se defender de ZulFahmi. A estratégia do sul-africano era ir para cima, mas Kent conseguiu se defender a acabou tomando a ponta de Cortese na última curva. Khairuddin conseguiu passar Binder e completa o pódio. 

Moto3, GP de Valência, Ricardo Tormo, Final:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube