Lorenzo confirma domínio e conquista terceira pole do ano no GP de San Marino. Márquez e Rossi completam top-3

Confirmando a expectativa, Jorge Lorenzo desfilou seu forte ritmo no treino classificatório e conquistou a terceira pole do ano em Misano. Marc Márquez e Valentino Rossi completam a primeira fila

A cobertura completa do GP de San Marino no GRANDE PRÊMIO

O novo asfalto de Misano se provou um tapete. Aproveitando a qualidade do piso, Jorge Lorenzo não teve dificuldades em exibir seu excelente ritmo e conquistou a pole-position pela terceira vez no ano ao cravar 1min32s146 em sua melhor volta na tarde deste sábado (12).

 
Apostando na estratégia de duas paradas para troca de pneus durante o Q2, o espanhol mostrou muita confiança em seu excelente ritmo e fez uma classificação para lá de tranquila.
Jorge Lorenzo conquistou a pole em Misano (Foto: Yamaha)

Rei das poles em 2015, Marc Márquez bem que se esforçou, mas tudo que conseguiu foi reduzir a vantagem do #99 para 0s106 e vai ter de se contentar com o segundo posto.

 
Valentino Rossi, por sua vez, conseguiu acertar na classificação e, com seu melhor giro em 1min32s358, vai partir da primeira fila, logo à frente de Dani Pedrosa, que ficou com o quarto posto.
Melhor Ducati, Michele Pirro deixou os titulares para trás e, com toda sua experiência em Misano, já que testa bastante por lá com a GP15, conquistou o quinto posto no grid, à frente de Bradley Smith.
 
Andrea Iannone aparece para abrir a terceira fila, seguido por Andrea Dovizioso e Danilo Petrucci. Aleix Espargaró quebra a sequência da Ducati e sai em décimo, seguido por Cal Crutchlow e Pol Espargaró.
 
0s010 à frente de Márquez, Lorenzo lidera quarto treino em Misano
 
Em um sábado de sol e tempo firme, a temperatura no circuito Marco Simoncelli ia subindo sessão após sessão. Quando a MotoGP começou sua quarta sessão livre, os termômetros marcavam 24°C, com o asfalto chegando a 38°C. A velocidade dos ventos estava em 5 km/h.
 
Pol Espargaró começou a sessão na ponta 0s062 à frente de Valentino Rossi. Andrea Iannone, Danilo Petrucci e Bradley Smith completavam o top-5.
 
Na sequência, Iannone baixou para 1min33s629 e assumiu a ponta, 0s006 à frente de Marc Márquez. Andrea Dovizioso tinha a terceira marca, seguido por Rossi, que rodava com um pneu duro na dianteira da YZR-M1
 
Pouco depois, Jorge Lorenzo virou 1min33s202 e assumiu a ponta, abrindo 0s427 de vantagem para Iannone. Dani Pedrosa também foi melhor e pulou para a quarta colocação.
 
Com 1min33s651, Rossi subiu para o quarto posto, 0s449 atrás do companheiro de Yamaha. Dovizioso vinha 0s007 atrás, fechando o top-5. Na volta seguinte, o #46 foi 0s010 mais veloz.
 
O dono da casa continuou exibindo um ritmo consistente e pulou para a terceira posição ao anotar 1min33s546, 0s344 atrás de Lorenzo.
 
O #99, aliás, também tratou de ser mais rápido e, com 1min33s063 ampliou para 0s186 sua vantagem em relação a Márquez. Pol Espargaró agora vinha em terceiro, à frente de Rossi e Iannone.
 
Passados os primeiros 15 minutos da sessão, os pilotos começaram a seguir para os boxes. Lorenzo liderava, com Márquez, Pol, Rossi, Iannone, Dovizioso, Pedrosa, Smith, Aleix e Pirro completavam o top-10.
Marc Márquez dividiu a dupla da Yamaha na primeira fila (Foto: Honda)
Depois de passar pelos boxes da Yamaha, Rossi voltou para a pista com a moto reserva, que estava montada com pequenas asas na parte dianteira da carenagem da YZR-M1. Era a primeira vez que o italiano ia para a pista com o recurso aerodinâmico, que tinha sido testado em um teste privado.
 
Com 1min33s487, Pedrosa pulou para a quarta colocação, 0s424 atrás de Lorenzo. Rossi vinha em quinto, com Redding, Iannone, Dovizioso, Smith e Aleix formando o top-10.
 
Assim como Rossi, Lorenzo também saiu com as asas na carenagem, mas, ao contrário do italiano, com um par de pneus médios.
 
Em seu 12º giro nesta tarde, Márquez cravou 1min33s073, levando para 0s010 a vantagem de Lorenzo. Em seguida, Rossi virou 0s346 mais lento que o #93 e subiu para terceiro.
 
Instantes mais tarde, Dovizioso cravou 1min33s501 e pulou para a sexta colocação, 0s438 atrás do líder. Redding vinha logo atrás, à frente de Iannone e Smith.
 
Já no último minuto da sessão, Pedrosa abriu um bom giro e subiu para a terceira colocação, seguido por Dovizioso. Rossi caiu para sexto. 
 
Com o fim dos 30 minutos de sessão, Lorenzo ficou com a liderança, 0s010 à frente de Márquez. Pedrosa, Dovizioso, Rossi, Pol, Redding, Iannone, Smith e Aleix fechavam o top-10.
Aleix Espargaró e Crutchlow avançam ao Q2
 
Obedecendo a divisão feita pelo resultado combinado dos três treinos livres, Stefan Bradl, Héctor Barberá, Alex de Angelis, Karel Abraham, Álvaro Bautista, Maverick Viñales, Cal Crutchlow, Aleix Espargaró, Jack Miller, Scott Redding, Eugene Laverty, Mike di Meglio, Yonny Hernández, Nicky Hayden, Claudio Corti e Loris Baz participaram do Q1.
 
Na saída do pit-lane, Corti teve problemas com a moto da Forward, o que exigiu que os fiscais trabalhassem rápido — e muitíssimo bem, aliás — para evitar qualquer acidente. O #71 logo conseguiu colocar a moto em funcionamento e entrar na pista.
 
Com 1min33s988, Aleix abriu o Q1 no topo da tabela, 0s308 à frente de Barberá. Baz tinha a terceira marca, seguido por Redding e Hayden.
 
Na sequência, Viñales virou 0s308 mais rápido que o companheiro de Suzuki e tomou a liderança, mas levou o troco quase que imediatamente, com o #41 passando 0s186 mais rápido.
Aleix Espargaró passou pelo Q1 neste sábado (Foto: Suzuki)
Pouco depois, Crutchlow colocou a RC13V da LCR na segunda colocação, 0s035 atrás de Aleix. Redding melhorou na sequência e se instalou em terceiro.
 
Enquanto a maioria dos pilotos seguia para os boxes, Redding continuou na pista para cravar 1min33s453 e saltar para o topo da tabela, abrindo 0s041 de margem para Aleix. Crutchlow vinha em terceiro. Scott e Cal são os únicos participantes da sessão que não têm direito de usar o pneu macio traseiro fornecido pela Bridgestone.
 
Tão logo voltou à pista, Crutchlow cravou 1min33s146 e assumiu o comando do Q1, 0s307 à frente de Redding. Viñales também conseguiu ser melhor, mas não alterou sua quarta colocação.
 
Com 1min32s961, Aleix saltou para a ponta, 0s185 à frente de Crutchlow. Redding vinha em bom giro, mas acabou perdendo no final e recebeu a bandeirada na terceira colocação, 0s194 da vaga no Q2.
 
Assim, Aleix e Cal passam para a fase seguinte, enquanto Redding fica com o 13º posto grid, à frente de Viñales, Hernández, Baz, Miller, Barberá, Bradl, Bautista, Laverty, Di Meglio, Hayden, Corti, Abraham e De Angelis.

Em estratégia de duas paradas, Lorenzo é pole em Misano
 
Mais rápidos do Q1, Aleix e Crutchlow se juntaram a Lorenzo, Márquez, Rossi, Dovizioso, Pedrosa, Pirro, Smith, Iannone, Pol e Petrucci na briga pela pole.
 
Assim que o pit-lane foi aberto, os pilotos partiram para a pista sem demora. Sem asa na dianteira da YZR-M1, Lorenzo saltou direto para o topo da tabela, 0s284 à frente de Márquez. Smith, Rossi e Pol Espargaró completavam o top-5. A marca de Jorge, aliás, já era 0s558 melhor que o recorde da pole, o que era esperado por conta do novo asfalto de Misano.
 
Ainda no início da sessão, Pol Espargaró sofreu uma queda na curva nove, mas não se feriu.
 
Lorenzo e Márquez logo foram aos boxes em busca de novos pneus. Com os dois parados, Pedrosa baixou para 1min32s589 e assumiu o segundo posto, 0s232 atrás de Jorge, que ia para a estratégia de duas paradas, assim como Marc.
 
Com 1min32s952, Rossi subiu para a quinta colocação, 0s595 atrás do companheiro de Yamaha, que era o detentor da pole provisória.
Valentino Rossi garantiu vaga na primeira fila do grid (Foto: Yamaha)

De volta à pista, Lorenzo baixou para 1min32s146 e abriu 0s443 de vantagem para Pedrosa, que seguia em segundo. Márquez tinha o terceiro tempo, à frente de Smith e Rossi.

 
O #93 entrou nos boxes na sequência em busca de novos pneus, se juntando a maioria dos pilotos que também estava parada em busca de novos calçados.
 
Foi então a vez de Smith mostrar seu ritmo. O britânico baixou para 1min32s801 e se manteve na quarta colocação, agora com 0s655 de atraso para Lorenzo, que foi o último a entrar nos boxes.
 
Com 1min32s736, Pirro subiu para o quarto posto, 0s065 à frente de Smith. Rossi caiu para o sexto posto, e, na sequência, para o sétimo, com Iannone virando 0s131 melhor.
 
Restando menos de dois minutos para o fim da sessão, Márquez anotou 1min32s252 e subiu para segundo, 0s106 atrás de Lorenzo. Rossi seguiu a mesma batida e pulou para terceiro, 0s212 atrás do companheiro de Yamaha.
Em sua volta final, Lorenzo vinha tentando melhorar sua marca, mas encontrou com Rossi mais lento pelo caminho e não conseguiu baixar seu tempo.
 

MotoGP, GP de San Marino e da Riviera de Rimini, Misano, Grid:

 
1
99
JORGE LORENZO
ESP
YAMAHA
1:32.146
 
2
93
MARC MÁRQUEZ
ESP
HONDA
1:32.252
+0.106
3
46
VALENTINO ROSSI
ITA
YAMAHA
1:32.358
+0.212
4
26
DANI PEDROSA
ESP
HONDA
1:32.434
+0.288
5
51
MICHELE PIRRO
ITA
 DUCATI
1:32.736
+0.590
6
38
BRADLEY SMITH
ING
TECH3 YAMAHA
1:32.801
+0.655
7
29
ANDREA IANNONE
ITA
 DUCATI
1:32.821
+0.675
8
4
ANDREA DOVIZIOSO
ITA
DUCATI
1:32.934
+0.788
9
9
DANILO PETRUCCI
ITA
PRAMAC DUCATI
1:33.169
+1.023
10
41
ALEIX ESPARGARÓ
ESP
SUZUKI
1:33.187
+1.041
11
35
CAL CRUTCHLOW
ING
LCR HONDA
1:33.220
+1.074
12
44
POL ESPARGARÓ
ESP
TECH3 YAMAHA
1:33.222
+1.076
13
45
SCOTT REDDING
ING
MARC VDS HONDA
1:33.340
+1.194
14
25
MAVERICK VIÑALES
ESP
SUZUKI
1:33.439
+1.293
15
68
YONNY HERNÁNDEZ
COL
PRAMAC DUCATI
1:33.710
+1.564
16
76
LORIS BAZ
FRA
FORWARD YAMAHA
1:34.093
+1.947
17
43
JACK MILLER
AUS
LCR HONDA
1:34.137
+1.991
18
8
HECTOR BARBERÁ
ESP
AVINTIA DUCATI
1:34.296
+2.150
19
6
STEFAN BRADL
ALE
APRILIA GRESINI
1:34.333
+2.187
20
19
ÁLVARO BAUTISTA
ESP
APRILIA GRESINI
1:34.368
+2.222
21
50
EUGENE LAVERTY
IRN
ASPAR HONDA
1:34.468
+2.322
22
63
MIKE DI MEGLIO
FRA
AVINTIA DUCATI
1:34.722
+2.576
23
69
NICKY HAYDEN
EUA
ASPAR HONDA
1:34.732
+2.586
24
71
CLAUDIO CORTI
ITA
FORWARD YAMAHA
1:35.385
+3.239
25
17
KAREL ABRAHAM
TCH
AB HONDA
1:35.406
+3.260
26
15
ALEX DE ANGELIS
RSM
IODA ART
1:35.684
+3.538
 
 
 
 
 
 
 
RECORDE
JORGE LORENZO
ESP
YAMAHA
1:33.906
162.0 km/h
MELHOR VOLTA
JORGE LORENZO
ESP
YAMAHA
1:32.146
165.1 km/h
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Condições do tempo
 
PISTA SECA
 
ar: 25ºC | pista: 39ºC
 

#GALERIA(5446)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube