Lorenzo lamenta azar em incidente com Iannone na Argentina, mas garante: “Estamos muito otimistas”

Jorge Lorenzo evitou tecer criticas a Andrea Iannone pelo incidente que o tirou do GP da Argentina ainda na primeira curva. Espanhol lamentou azar, mas ressaltou que o clima na Ducati permanece positivo

 
Jorge Lorenzo evitou apontar para Andrea Iannone e culpou sua inexperiência em largar no fundo do grid pela queda que o tirou do GP da Argentina. No domingo (9), o #99 largou na 16ª colocação e não conseguiu passar da primeira curva.
 
Ao contornar a primeira curva, Lorenzo tocou a roda traseira da Suzuki de Iannone e acabou no chão, com a Desmosedici bastante danificada.
A classificação do Mundial de Motovelocidade após o GP da Argentina
Jorge Lorenzo caiu na primeira curva após toque com Andrea Iannone (Foto: Suzuki)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Sempre que você sai atrás, a primeira curva é bastante caótica. Não estou muito acostumado com isso”, disse Lorenzo. “Eu tinha feito uma boa saída, tinha ultrapassado quatro ou cinco posições e alguns passaram da freada, então decidi ir por dentro e, de repente, não sei porque, talvez tenha acelerado demais no meio da curva ou talvez Iannone tenha freado um pouco, mas, de repente, vi a roda traseira dele em cima de mim, a toquei e saí disparado para o interior da curva”, relatou.
 
Mesmo tendo registrado seu pior início de temporada na MotoGP, Lorenzo se mostrou confiante em ter encontrado um novo caminho para melhorar sua performance na Ducati.
 
“A única coisa positiva do fim de semana é que encontramos a minha posição na moto e também entendi um pouco mais da maneira de parar a moto nas freadas e ser mais competitivo, apesar de não termos podido materializar isso na pista”, declarou.
 
Depois de admitir que cometeu um erro em seu primeiro teste com a Ducati ao pedir uma mudança na ergonomia da moto, Jorge explicou que agora está muito mais alto na GP17 do que antes.
 
“Até agora, nós sempre estivemos mudando a moto, não pude me concentrar em me adaptar em uma base concreta e agora parece que já temos uma base padrão. No warm-up, fui mais constante do que nunca, não sei se realmente rápido em uma volta, mas constante”, declarou. “Nós encontramos o caminho para ir muito melhor, mas não estamos tendo, por alguma razão, a sorte de poder fazer alguns quilômetros no seco e demonstrar isso”, continuou.
 
A caminho de Austin para a terceira etapa da temporada, Lorenzo falou em tentar confirmar no traçado texano a evolução da Ducati.
 
“Espero ter um bom clima nos Estados Unidos para confirmar a melhora que creio que fizemos”, torceu. “De fora, é muito difícil ver o lado positivo, mas nos estamos muito positivos”, concluiu.

#GALERIA(6986)
 
PADDOCK GP #72 TRAZ ÁTILA ABREU E DISCUTE ETAPAS DA STOCK CAR, F1, INDY E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube