Lowes supera Marini e ponteia 3º treino pouco movimentado da Moto2 em Brno

Sam Lowes bateu Luca Marini já nos minutos finais de uma sessão de pouca movimentação na parte de cima da tabela de tempos. Joe Roberts fecha o top-3

LEIA TAMBÉM
Máscaras, marmitas, distância e confinamento: a nova rotina da pandemia na MotoGP

Le jour de gloire est arrivé!: Quartararo reescreve história da França na MotoGP

Sam Lowes colocou a Marc VDS no topo da folha de tempos da Moto2 na manhã deste sábado (8). O britânico superou Luca Marini na 11ª das 16 voltas que completou em Brno e assegurou a ponta com 0s083 de vantagem.

A sessão matutina da classe intermediária do Mundial de Motovelocidade foi bastante morna, com poucas mudanças na parte de cima da tabela. Marini passou a maior parte do tempo no comando, mas não conseguiu responder ao avanço de Lowes.

Sam Lowes (Foto: Marc VDS)

Ainda no começo da atividade, Joe Roberts marcou 2min02s126, registro que lhe garantiu o terceiro tempo, 0s002 à frente de Marcel Schrötter, o quarto. Marco Bezzecchi aparece na sequência, com Arón Canet fechando o top-6.

Com 2min02s317, Augusto Fernández ficou em oitavo, 0s508 mais lento que o companheiro de Marc VDS. Jorge Navarro e Hafizh Syahrin completam a lista dos dez mais rápidos.

0s555 mais lento que Lowes, Xavi Vierge foi 11º e também avança direto ao Q2, assim como Jorge Martín, Enea Bastianini e Lorenzo Baldassarri. Líder do Mundial, Tetsuta Nagashima ficou apenas em 16º e terá de passar pelo Q1.

Saiba como foi o terceiro treino da Moto2 em Brno:

Em pleno verão europeu, o sol foi aumentando a temperatura em Brno com o passar das horas. Quando a Moto2 entrou na pista, os termômetros marcavam 29°C, com o asfalto chegando a 34°C. A velocidade do vento estava em 5 km/h.

Luca Marini abriu a sessão no topo da tabela com 2min01s892, 0s234 melhor que Joe Roberts, o segundo colocado. Marcel Schrötter vinha em terceiro, com Marcos Ramírez e Jorge Navarro fechando o top-3.

O primeiro terço da sessão não foi dos mais animados, já que foram poucas as mudanças na tabela. Na metade da atividade, Marini seguia na ponta, 0s234 melhor que Roberts, o segundo colocado. Schrötter vinha em terceiro, com Ramírez, Navarro, Hafizh Syahrin, Xavi Vierge, Jorge Martín, Arón Canet e Stefano Manzi completando o top-10.

Depois de uma longa demora, Sam Lowes foi a 2min01s809 e assumiu o comando, abrindo 0s083 de margem para Marini. Roberts caiu para terceiro.

Mais atrás, Marco Bezzecchi avançou para a quinta colocação, 0s431 mais lento que o ponteiro. Ramírez, Navarro, Syahrin, Vierge e Martín fechavam o top-10.

Arón Canet, então, começou a escalar. O espanhol da Aspar saltou para o sétimo posto, 0s497 mais lento que o líder. Augusto Fernández também melhorou e agora estava em oitavo.

Paddockast #73 | A maratona da Fórmula E em Berlim
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar