Mais rápido, Pedrosa fala de susto com pedras em Brno: “Pensei que tinha quebrado alguma coisa”

Daniel Pedrosa foi o mais rápido no primeiro dia de atividades para o GP da República Tcheca. Na primeira sessão livre, espanhol foi atingido por duas pedras que foram arremessadas pela moto de Valentino Rossi

Daniel Pedrosa foi o mais rápido no primeiro dia de treinos para o GP da República Tcheca. O espanhol anotou sua melhor volta nesta sexta-feira (24) em 1min56s858 e completou a atividade com 0s053 de vantagem para Jorge Lorenzo, o segundo colocado.

Após os treinos, o piloto da Honda destacou que a equipe quis aproveitar a pista seca para rodar o máximo possível, buscando o melhor acerto para a RC213V e já analisando os pneus para a prova de domingo.
 

Pedrosa ficou com a melhor marca nos treinos desta sexta-feira(Foto: Repsol)


“Hoje nós trabalhamos com os pneus e o acerto da moto”, contou. “Tentamos aproveitar o máximo de tempo possível na pista, já que não sabemos como o tempo estará amanhã, então era importante ter bastante tempo com pista seca”, avaliou.

“A sensação melhorou, mas nós ainda temos trabalho para fazer, especialmente com a eletrônica e a suspensão.”

No primeiro treino desta manhã, Dani foi atingido por duas pedras que foram arremessadas pela moto de Valentino Rossi. O piloto contou que pensou que tivesse fraturado algum osso no pé, mas afirmou que a dor já diminuiu.

“Eu dei sorte com um incidente está manhã, já que poderia ter sido muito pior”, considerou. “Duas pedras enormes voaram, uma atingiu o meu pé esquerdo com força e a outra atingiu meu painel e queixo. No começo, pensei que tinha quebrado alguma coisa no meu pé, mas, felizmente, está tudo bem, só um pouco inchado. De qualquer forma, a dor está diminuindo e isso é bom”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube