Marc Márquez vê Honda pronta e avisa: “Não preciso estar 100% para lutar pelo Mundial”

Espanhol avaliou que a RC213V já está em excelente forma e deve avançar mais ao longo da temporada. O seis vezes campeão da MotoGP destacou que fez bons testes de pré-temporada e espera melhorar ao longo de todo o ano

DUCATI MOSTRA CONFIANÇA E APOSTA EM RELAÇÃO DURADOURA COM BAGNAIA NA MOTOGP

Marc Márquez afirmou que não precisa estar 100% fisicamente para brigar pelo título de 2022 da MotoGP. O espanhol considerou que fez uma boa pré-temporada e deve melhorar ao longo das corridas, então precisa começar o ano com o pé direito e com calma.

“De onde venho, não posso começar como favorito. Não é realista. Mas me vejo como candidato, pois hoje em dia é difícil eleger um favorito na MotoGP, já que cada temporada é diferente”, comentou Márquez. “Venho de duas temporadas muito difíceis. Vivi o melhor e o pior do esporte. Quando parecia que estava saindo [do lugar], vinha outra lesão”, completou.

A carreira de Marc sofreu um enorme revés nos últimos dois anos, por causa de uma sequência de lesões. O primeiro problema ocorreu no início da temporada 2020, com uma queda no GP da Espanha que culminou em uma fratura no braço direito. Depois de uma desastrosa tentativa de retorno precoce, o irmão de Álex acabou sendo submetido a um total de três cirurgias e passou nove meses afastado da MotoGP, perdendo 15 GPs.

Marc Márquez elogiou o trabalho da Honda com a RC213V (Foto: Divulgação/MotoGP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

O retorno aconteceu apenas em 2021, já na terceira etapa, mas o #93 tampouco conseguiu terminar o campeonato, uma vez que perdeu as últimas duas corridas por causa de uma concussão que resultou em um problema de visão.

“Agora, estou em um bom momento e, se me perguntar como estou, posso dizer que bem. Não sei se estou 100%, mas sei que não preciso estar 100% para lutar pelo Mundial”, descreveu o hexacampeão em entrevista ao site espanhol Motorsport. “Os testes foram muito bons e chego ao Catar pronto para começar. É uma sensação que não tenho há dois anos, então quero começar com o pé direito e com calma. Sei que vou melhorar corrida após corrida. Preciso ter paciência”, ponderou.

Por fim, Marc elogiou o trabalho a Honda com a RC213V e considerou que tem nas mãos uma moto que está pronta para tudo.

“Acho que é uma moto que, como está no momento, está ponta para lutar pelo Mundial”, avaliou. “Ela é muito diferente do que eu estava acostumado. É um novo conceito e tive de levá-la ao meu terreno. Durante a temporada, iremos testando chassi e braços oscilantes, para vermos quais problemas temos, mas já começamos com uma moto pronta para tudo”, encerrou.

VEJA TAMBÉM
Amazon divulga trailer e confirma lançamento de série da MotoGP 

MOTOGP EM SILLY-SEASON ANTECIPADA: MILLER É QUEM TEM POSIÇÃO MAIS AMEAÇADA
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar