Márquez admite erro em queda na Catalunha e minimiza: “Quando você tem muita vontade, essas coisas acontecem”

Após terceiro abandono da temporada 2015, Marc Márquez reconheceu um erro enquanto tentava bater Jorge Lorenzo. Espanhol minimizou queda e avaliou que “essas coisas acontecem”

A cobertura completa do GP da Catalunha no GRANDE PRÊMIO

Marc Márquez não vive sua melhor fase na temporada 2015 da MotoGP. Neste domingo (14), o espanhol registrou seu terceiro abandono no ano, o segundo consecutivo — o que não acontecia desde 2011, ainda na Moto2, quando o espanhol não completou os GPs do Catar e da Espanha, as duas primeiras provas do calendário.
 
Pouco após a queda — e antes mesmo da bandeirada em Montmeló —, Márquez já tinha se explicado em entrevista à TV espanhola. O #93 admitiu que errou enquanto caçava Jorge Lorenzo, mas minimizou o abandono.
Marc Marquez registrou seu terceiro abandono em 2015 (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
A classificação do Mundial de MotoGP após o GP da Catalunha

 “Quando você tem muita vontade e quer ir bem sim ou sim, essas coisas acontecem”, ponderou Marc. “Eu estava tentando poupar bastante os pneus atrás de Lorenzo, mas cometi um erro, abri a trajetória e fui para a brita”, relatou.

 
“Vi o muro muito perto e decidi inclinar, porque não podia parar a moto”, justificou.
 
Com a Honda vivendo um momento difícil, já que o motor da RC213V é excessivamente agressivo, o que dificulta a condução da moto, Marc afirmou que leva do GP da Catalunha, onde correu usando um capacete inspirado no trabalho do arquiteto catalão Antonio Gaudí, a reação da torcida.
 
“Fico com as três últimas curvas que fiz, quando via as pessoas me aplaudindo. Quero agradecer os fãs que estiveram aqui”, falou. “A próxima será melhor”, concluiu.

#GALERIA(5351)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube