Márquez diz que não espera pedido de desculpa de Rossi, mas se mostra disposto a conversa após GP de Valência

Marc Márquez quer passar longe de polêmicas na decisão da temporada 2015 da MotoGP. O piloto espanhol afirmou na coletiva que não espera um pedido de desculpas de Valentino Rossi pelo acidente em Sepang, mas garantiu que quer conversar com o italiano

Marc Márquez deixou claro que não quer mais se envolver diretamente na briga pelo título entre Valentino Rossi e Jorge Lorenzo. Nesta quinta-feira (5), entretanto, o espanhol falou em Valência que vai atrás de seu melhor resultado, sem pensar nos rivais. Márquez também teve de voltar ao tema do momento na MotoGP, sua batida com Rossi em Sepang. O piloto da Honda não espera um pedido de desculpas do rival, mas entende a situação.
 
Márquez afirmou que não espera um pedido de desculpas de Rossi e concordou que o momento é do piloto italiano focar na luta com Lorenzo pelo título.
 
"Eu não espero nada. No fim das contas, eu sei que Valentino está lutando pelo título e que ele está totalmente focado nisso. Concordo com ele que a briga precisa ser com o Jorge na pista", disse.
 
O piloto da Honda assegurou que não quer virar protagonista na briga entre Lorenzo e Rossi e assegurou que quer conversar com o italiano.
 
"Eu não quero ficar no meio dessa briga, mas é claro que todo mundo aqui quer conseguir seus bons resultados. Eu só torço para que eu consiga falar com Valentino o mais breve possível, mas, claro, tem de ser após a corrida", falou.
Marc Márquez quer fazer apenas sua parte, longe da briga da Yamaha em Valência (Foto: Honda)
Márquez deixou claro que segue tendo o mesmo ponto de vista sobre o acidente, achando que a culpa foi de Rossi, mas que, por recomendação da MotoGP, não quer mais tocar no assunto.
 
"Eu disse na Malásia e repetiria aqui, mas não vou dizer novamente porque pediram isso para a gente e concordo plenamente. É hora de aproveitarmos o fim de semana e esquecermos um pouco esse assunto", seguiu.
Marc Márquez segue achando que ossi foi culpado pelo incidente na Malásia (Foto: Honda)
O espanhol explicou que, ainda que haja discordâncias sobre o tema, a decisão da FIM precisa ser acatada.
 
"Todos têm suas opiniões sobre o assunto. No fim, o que vale é a opinião da FIM e nós temos de respeitar. Meu ponto de vista segue o mesmo da Malásia", completou.
 
Envolvido diretamente na briga pelo título ainda que não tivesse chances, Márquez aparece em terceiro na classificação geral.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube