MotoGP

Márquez tira habilitação de moto. E decepciona examinador: “Esperava mais”

Marc Márquez encarou um desafio um pouco diferente do que está acostumado. Na coletiva de imprensa para o GP da Alemanha, o espanhol revelou que fez o exame para tirar a habilitação de moto, e em um momento de sinceridade, contou que não foi tão bem como nas pistas

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Marc Márquez agora é oficialmente um condutor de motos. Na coletiva de imprensa em Sachsenring, o espanhol revelou que pegou sua habilitação há poucas semanas, contando que ainda teve que ouvir comentários do examinador.
 
O tema surgiu com Danilo Petrucci. Ao perguntarem aos pilotos o que iriam fazer durante as férias do Mundial de Motovelocidade, o titular da Ducati afirmou que vai fazer a prova para tirar sua permissão de condução
 
O #93 já havia explicado que não tinha a carta para pilotar motos fora dos circuitos, a ‘habilitação A’, e que iria aproveitar o tempo de recuperação da cirurgia no ombro, em dezembro, para resolver o assunto.
Marc Márquez (Foto: Repsol)
Então, na Alemanha, o líder da classificação explicou que já está com a carta em mãos, aproveitando o tempo entre Mugello e Barcelona para fazer a parte prática. “Tirei faz três semanas, junto com meu irmão. No inverno fiz a prova teórica porque tive tempo, e depois de Mugello fiz a prova prática”, contou.
 
Márquez encerrou explicando sobre como foi o exame, deixando claro que não deve ter brilhado muito. “Avisaram que íamos [Marc e Álex]. Estive quase 40 minutos sobre a moto, por estradas nacionais e dentro da cidade. Na prática, o circuito tive que fazer em 23s, mas não sei dizer em quanto tempo fiz... me disseram ‘esperava mais de você’”, encerrou, aos risos.
 
Outro piloto que falou sobre o assunto foi Maverck Viñales, que disse já ter sua carta de pilotar motos. “Tirei no ano passado. Fácil não é, já te digo. Tem que passar entre cones e fiquei mais nervoso ali do que em uma corrida, te juro”, comentou.
 
“Aqui estou acostumado, mas nessa situação você fica nervoso, não é fácil, não é fácil”, repetia o titular da Yamaha. “A verdade é que senti mais pressão do que quando estou aqui antes de uma corrida”, concluiu.
 

 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.