Márquez vê incidente da largada como “mal-entendido” e cita lição na Argentina: “Sempre gosto de aprender”

Marc Márquez se justificou pelo incidente na largada do GP da Argentina e explicou que aprendeu com a corrida tumultuadíssima que teve na semana retrasada

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A coletiva de Marc Márquez desta quinta-feira (19) antes da etapa da MotoGP em Austin foi basicamente de explicações pelos incidentes na Argentina. O tetracampeão da categoria máxima citou um defeito eletrônico na moto que apagou o motor ainda no grid de largada e, ainda que não tenha assumido culpa por tudo que ocorreu em sua prova tumultuada em Termas de Río Hondo, disse que tirou uma lição da etapa.
 
O espanhol começou falando do problema que teve ao alinhar a moto no grid. Segundo o piloto, Cal Crutchlow já tinha sofrido com o mesmo defeito durante os treinos livres.
 
“A Honda analisou muito profundamente o motivo do motor ter parado no grid. Foi algo no câmbio, com o painel, algo eletrônico. Eles vão tentar resolver no futuro. Por exemplo, com Cal aconteceu durante o treino, mas eles não consideraram, acharam que tinha sido só um erro. Não fui só eu, mas, infelizmente, isso aconteceu no grid, no começo da corrida, e, sim, foi uma pena. Mas, de qualquer forma, foi assim. É experiência para o futuro”, explicou.
Marc Márquez tirou lições da corrida caótica na Argentina (Foto: Michelin)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Márquez garantiu que estava levando a moto para os boxes, mas a #93 funcionou no meio do caminho e, então, iniciou-se um tumulto no grid. O piloto da Honda explicou que todo mundo estava perdido ali.
 
“Obviamente, quando eu percebi que o motor parou, estava indo para os pits, pois, normalmente, é difícil um piloto ligar sozinho uma moto de MotoGP. Lá temos a máquina e o mecânico, mas eu tentei e o motor funcionou. Aí teve uma grande confusão lá com a direção de prova, porque, no passado, aquilo era possível: colocar o motor para funcionar outra vez e voltar para a sua posição. Mas o problema é que houve um mal-entendido lá e foi uma grande confusão para todo mundo, mas nós aprendemos, todo mundo aprendeu com aquela situação”, justificou.
Valentino Rossi reclama de Marc Márquez durante GP da Argentina da MotoGP (Foto: AFP)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Eu sei que você precisa levantar a mão, mas, quando você levanta a mão, quando você está lá no grid ― e eu levantei a mão por, mais ou menos 2s ―, para o piloto é como 4s. Pois eu levantei a mão e não vi ninguém vindo, então comecei a correr para chegar o mais rápido possível ao pit, mas ― por azar e por sorte ―, eu tentei ligar o motor e o motor ligou. E aí foi a maior confusão para todo mundo. Mas, sim, agora eu sei para o futuro, mas, claro, não quero repetir aquela situação”, seguiu.
 
Marc garante que não é o único que tem lições a tirar da corrida argentina. O espanhol, que se envolveu ainda em incidentes com o compatriota Aleix Espargaró e com o rival – e de novo desafeto – Valentino Rossi, no entanto, afirmou que aprendeu com os ocorridos em Termas de Río Hondo.
 
“O fim de semana na Argentina foi, especialmente no domingo, realmente difícil, complicado por conta das condições e, sim, aconteceram muitas, muitas coisas durante o fim de semana, mas, de qualquer forma, sou um piloto, uma pessoa, que gosta de melhorar e, especialmente, eu gosto de aprender de todas as coisas. E eu acho que todo mundo pode aprender alguma coisa daquele domingo. Muitas, muitas coisas. E nós vamos tentar melhorar para o futuro”, completou.

#GALERIA(8358)

SURPRESA AGRADÁVEL APESAR DOS PORQUÊS

TEMPORADA 2018 COMEÇA COM F1 DEPENDENTE DO IMPONDERADO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube