Martín afasta rivais e conquista na Austrália décima pole da temporada da Moto3. Bezzecchi é 15º

Darryn Binder bem que tentou, mas Jorge Martín se impôs na volta final e garantiu a décima pole-position da temporada 2018. O sul-africano ficou com o segundo posto, enquanto Ayumu Sasaki completa a primeira fila da Moto3 em Phillip Island. Vice-líder do Mundial, Marco Bezzecchi vai largar apenas em 15º

Jorge Martín é mesmo impecável em treinos classificatórios. Neste sábado (27), o piloto da Gresini anulou a tentativa dos rivais e tratou de conquistar com sobras em Phillip Island a décima pole-position da temporada 2018 da Moto3.
 
Num circuito onde a KTM costuma mostrar boa forma, Martín fez valer o poderio da Honda e, com a última das suas 16 voltas em 1min36s591, assegurou a posição de honra do grid com 0s257 de vantagem para Darryn Binder, que até tentou bater o #88, mas não acertou a parcial final de Phillip Island.
 
Já 0s526 mais lento que Martín, Ayumu Sasaki fecha a primeira fila, seguido por Jakub Kornfeil, Gabriel Rodrigo, Philipp Oettl e Tony Arbolino. 1s120 atrás do ponteiro, Marcos Ramírez vez em oitavo, com Dennis Foggia e Arón Canet completando a relação dos dez primeiros.
Jorge Martín vai sair na pole na Austrália (Foto: Gresini)
Vice-líder do Mundial, Marco Bezzecchi teve seu pior resultado na temporada. Com a melhor de suas 15 voltas em 1min38s011, o piloto da Prüstel foi 1s420 mais lento que Jorge e vai largar apenas em 15º.
 
A RBA vai ficar desfalcada no restante do fim de semana. Kazuki Masaki caiu no terceiro treino livre e acabou fraturando a mão esquerda. O nipônico vai passar por uma cirurgia para tentar correr na Malásia na próxima semana. Curiosamente, é a primeira vez que o #22 sofre uma fratura.
 

Saiba como foi o treino classificatório da Moto3 em Phillip Island:

O tempo estava firme quando a Moto3 tomou a pista de Phillip Island para a classificação. Com temperaturas começando a subir, o termômetro indicava 16ºC, enquanto o asfalto já batia os 27ºC.
 
No início da sessão, a transmissão informou de que Kazuki Masaki não participaria da tomada de tempos. O piloto sofreu uma forte queda durante o terceiro treino e acabou sofrendo uma fratura em um dedo da mão esquerda.
 
No traçado, aos poucos os pilotos deixavam os boxes e completavam suas voltas de instalação. Com 1min41s273, Phillip Oettl foi o primeiro a anotar um giro rápido, enquanto alguns adversários ainda deixavam suas garagens.
 
Em sua volta seguinte, o piloto baixou ainda mais seu tempo para 1min40s535. Ele era seguido por Ramírez, Canet, Dalla Porta, Masiá, Atiratphuvapat, Foggia, López, Arbolino e Nepa. Pouco depois, o #65 anotou 1min40s005.
 

Após pouco mais de dez minutos de classificação já completados, Suzuki era o novo líder e quem sustentava a pole-position provisória com 1min39s818. Martín, Oettl, Brad Binder e Ramírez vinham em seguida.

Com o tempo passando em Phillip Island, o treino ia esquentando cada vez mais. Kornfeil bateu a marca anterior por 0s658, pulando para a ponta. Mas logo foi superado por Binder, que foi o primeiro piloto a virar na casa do 1min38s.
 
20 minutos para a bandeira quadriculada tremular e o #84 estava na ponta com 1min38s787, com Bezzecchi, Binder, Arbolino e Martín completando o top-5. Os pilotos começavam a fazer a primeira parada programada.
Mas não demorou para que o cenário mudasse mais uma vez em terras australianas. Oettl reassumiu mais uma vez a primeira colocação com 1min38s540, vendo Bastianini aparecer em segundo e Ramírez em terceiro. O trio ainda não havia parado.
 
Com todos os pilotos já de volta ao traçado, mais uma vez a ponta da tabela mudou de mãos, agora ficando com Martín, que bateu o tempo de Oettl em 0s279.
 
Na reta final da sessão, os pilotos voltaram todos para a garagem de suas equipes. Martín seguia na liderança da sessão, com Arenas, Kornfeil, McPhee, Bezzecchi, Binder, Oettl, Ramírez, Arbolino e Sasaki completando o top-10.
Nos três minutos finais, então, todas as motos já estavam de volta ao traçado e os pilotos tentavam suas últimas voltas rápidas em Phillip Island. O tempo a ser batido era de 1min37s598.
 
Com apenas poucos segundes restando no cronômetro, as coisas estavam em constante mudança. Entretanto, Martín se manteve na liderança, baixando seu tempo agora para 1min36s774. Binder e Sasaki é que vinham completando a primeira fila de largada.
 
Dali para o final, quase mais nada mudou. Em seu último giro, o #88 baixou para 1min36s591, conquistando mais uma pole-position em 2018. Binder, Sasaki, Kornfeil, Rodrigo e Oettl completavam a segunda e terceira filas do grid de largada. Bezzechi sai apenas em 15º.

Moto3 2018, GP da Austrália, Phillip Island, Grid de largada:
1 J MARTÍN Gresini Honda 1:36.591    
2 D BINDER Red Bull KTM Ajo 1:36.848 +0.257  
3 A SASAKI PETRONAS Honda 1:37.117 +0.526  
4 J KORNFEIL Prüstel KTM 1:37.357 +0.766  
5 G RODRIGO RBA KTM 1:37.465 +0.874  
6 P OETTL Schedl GP Honda 1:37.540 +0.949  
7 T ARBOLINO Snipers Honda 1:37.579 +0.988  
8 M RAMÍREZ Worldwide KTM 1:37.711 +1.120  
9 D FOGGIA VR46 KTM 1:37.757 +1.166  
10 A CANET Estrella Galicia 0,0 Honda 1:37.844 +1.253  
11 A ARENAS Ángel Nieto KTM 1:37.892 +1.301  
12 K TOBA Asia Honda 1:37.896 +1.305  
13 A NORRODIN PETRONAS Honda 1:37.943 +1.352  
14 E BASTIANINI LEOPARD Honda 1:37.995 +1.404  
15 M BEZZECCHI Prüstel KTM 1:38.011 +1.420  
16 A LÓPEZ Estrella Galicia 0,0 Honda 1:38.017 +1.426  
17 F DI GIANNANTONIO Gresini Honda 1:38.021 +1.430  
18 J MCPHEE CIP KTM 1:38.034 +1.443  
19 J MASIÀ Worldwide KTM 1:38.414 +1.823  
20 L DALLA PORTA Leopard Honda 1:38.590 +1.999  
21 C VIETTI VR46 KTM 1:38.853 +2.262  
22 Y MONTELLA SIC58 Honda 1:38.905 +2.314  
23 T SUZUKI SIC58 Honda 1:38.934 +2.343  
24 S NEPA CIP KTM 1:39.027 +2.436  
25 N ATIRATPHUVAPAT Asia Honda 1:39.228 +2.637  
26 A MIGNO Ángel Nieto KTM 1:39.516 +2.925  
27 V PEREZ Avintia KTM 1:38.828 +2.237 P+6
           
REC J MILLER Red Bull KTM Ajo 1:36.302 166.2 km/h  
MV A MÁRQUEZ Estrella Galicia 0,0 Honda 1:36.050 166.7 km/h  
           
  Condições do tempo PISTA SECA   ar: 15ºC | pista: 24ºC  

#GALERIA(9579)

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube