Viñales diz que terminou temporada da MotoGP “irritado, pois não entendia nada”

O espanhol considerou que a irregularidade nos resultados foi o ponto negativo do campeonato, mas se disse otimista para a melhora da Yamaha

Maverick Viñales afirmou que terminou a temporada 2020 da MotoGP “irritado”. O titular da Yamaha venceu apenas uma corrida no ano e fechou o campeonato em sexto, 39 pontos atrás do campeão Joan Mir.

De férias, Viñales reconheceu que estava precisando do tempo de descanso, especialmente para se livrar as sensações negativas relacionadas à temporada passada.

Maverick Viñales se disse confiante na melhora da Yamaha (Foto: Yamaha)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“O descanso está me caindo bastante bem”, disse Viñales em entrevista à agência de notícias Europa Press. “Fiquei tranquilo em casa, refletindo e tentando entender o que devemos melhorar. É importante tirar as sensações ruins do ano. Vendo em perspectiva, tiveram coisas boas e ruins”, ponderou.

Segundo melhor entre os pilotos da Yamaha, atrás apenas de Franco Morbidelli, Viñales considerou que foi positivo ter encerrado o campeonato à frente de Valentino Rossi na classificação, mas não escondeu que encerrou a campanha irritado.

“Consegui ser o primeiro da equipe, o que era importante, e dar uma boa direção para a Yamaha melhorar. Ao terminar o Mundial, estava irritado, pois não entendia nada. Precisava de uma pausa”, reconheceu.

“O mais negativo foram os resultados, pois você passa de vencer a ficar em décimo. Isso é muito negativo para a cabeça de um piloto. É muito complicado lidar com essa situação, porque você nunca sabe onde vai estar e isso é difícil”, desabafou.

O espanhol considerou, porém, que o fato de ter sido “muito rápido em alguns circuitos” é o lado positivo de 2020. “Isso quer dizer que a moto tem potencial. É preciso entender como extraí-lo. O mais importante é ganhar tração na traseira, que é o que nos falta. Faz uns quatro anos que estamos tentando melhorar esse ponto, então não é uma tarefa fácil. Mas vamos conseguir, sou otimista neste sentido. Aprendi a ter paciência, calma, confiança em mim mesmo. A minha maior virtude neste ano é a confiança que tenho”.

“Me sinto mais forte do que nunca e tenho muita vontade de melhorar. Realmente, preciso melhorar mais e trabalhar mais, então vou fazer isso. Tenho capacidade para fazer isso e vou fazer. Mantenho a minha motivação e sei muito bem onde posso chegar. Vou trabalhar mais do que nunca para isso”, encerrou.

LEIA TAMBÉM
+ Os números e os confrontos diretos entre os companheiros de equipe na MotoGP 2020

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube