Oliveira recusa conversas com Yamaha para substituir Viñales em 2022: “Tenho contrato”

A MotoGP está de férias, mas Miguel Oliveira foi chamado para conversar com a Yamaha para assumir a vaga aberta em 2022. O piloto português, porém, preferiu honrar o contrato que possui com a KTM

Quartararo vence em dobradinha da Yamaha: os melhores momentos do GP da Holanda (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

A saída de Maverick Viñales da Yamaha no fim da temporada 2021 vai agitar o mercado da MotoGP por mais algum tempo. Um dos alvos da montadora japonesa, por exemplo, foi Miguel Oliveira, da KTM. O português revelou que foi procurado, mas recusou a proposta por ainda ter contrato com o atual empregador.

De acordo com o piloto português, em entrevista ao site Motorcycle Sports, a Yamaha está de olho no mercado, mesmo que o nome de Franco Morbidelli, atualmente ligado à montadora, seja o mais forte nas conversas. Oliveira, porém, possui contrato com a KTM até o fim da temporada 2022.

“O mercado e contratos, especialmente nesses tempos modernos, tivemos demonstrações de que de contratos são quebrados. E já tivemos um ou dois casos aqui, onde não há desejo de uma das partes, onde o piloto não quer continuar na equipe e vice-versa. Atualmente, ter um contrato assinado vale o que vale”, afirmou.

Miguel Oliveira possui contrato até o fim de 2022 (Foto: KTM)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Eu tenho meu comprometimento com a equipe desde o ano passado e por mais dois anos, não vou voltar atrás disso. Naturalmente, a situação com o Viñales causou algum nervosismo nas conversas para o futuro e eu fui abordado nesse sentido, mas afirmei que meu foco é seguir no time. É muito bom, acredito que podemos ser campeões mundiais, tenho um contrato e até venci”, completou Oliveira.

A MotoGP vive, atualmente, uma pausa de cinco semanas até o GP da Estíria, na Áustria. Por isso, a Yamaha não tem pressa em definir o nome do próximo companheiro de Fabio Quartararo, mas Franco Morbidelli, da SRT Yamaha, é o grande favorito. Já Viñales, que anunciou sua saída no fim do ano, está próximo de um acordo com a Aprilia.

ASSISTA TAMBÉM
⇝ Tiger Woods tremeu! Quartararo tenta tacadas, mas é fiasco no golfe
⇝ Cacetada elétrica! Granado acerta mecânico ao comemorar em Assen

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar