Vinãles oficializa saída da Yamaha ao fim do ano e abre caminho para Aprilia em 2022

Maverick Viñales e a Yamaha chegaram a um acordo que resulta na saída do piloto espanhol da equipe ao fim da temporada 2021. A notícia vem na esteira da revelação do diário AS, que dá conta da ida de Viñales para a Aprilia no ano que vem

Fabio Quartararo e Maverick Viñales mostraram o contraste da situação na Yamaha (Vídeo: MotoGP)

Maverick Viñales e a Yamaha vão encerrar, ao fim desta temporada, um ciclo iniciado em 2017. No começo da manhã desta segunda-feira (28), a marca japonesa e o piloto espanhol anunciaram o acordo que antecipa em um ano o término do contrato do competidor, na esteira da revelação do diário AS, de Madri, que dá conta que Viñales, de 26 anos, está de saída para a Aprilia em 2022.

Com sua quinta temporada em curso pela Yamaha, Viñales já conquistou oito vitórias. Porém, a relação entre piloto e equipe, sempre de altos e baixos, se desgastou muito nos últimos meses. O ponto de ruptura foi no fim de semana do GP da Alemanha. Maverick largou em 21º lugar e foi o último a receber a bandeira quadriculada. Para piorar, viu o companheiro Fabio Quartararo largar na primeira fila e terminar novamente no pódio, mantendo a liderança da MotoGP. Com isso, perdeu a paciência e foi para o ataque contra a própria equipe.

“Não estou aqui para coletar dados, nem para ser piloto de testes. Isso já começar a parecer uma falta de respeito. Com o acerto de outro, não creio que possa vencer. Desde Portugal que estou só pegando informações”, completou Viñales.

Outro ponto que gerou desconforto foi a troca de engenheiro: saiu Esteban García, entrou Silvano Galbusera, ex-parceiro de Valentino Rossi, às vésperas do GP da Catalunha. Na época, de modo bem educado, Viñales falou que a mudança era dolorosa, mas agradeceu a Yamaha pelo empenho em extrair o máximo dele.

VÍDEO
⇝ Quartararo vibra com vitória. Viñales fica isolado em festa da Yamaha

Maverick Viñales está de saída da Yamaha ao fim da temporada 2021 (Foto: Yamaha)

ANÁLISE
Relação de Viñales e Yamaha ruiu como castelo de cartas. Divórcio era única opção

Menos de dois dias depois de a notícia do AS cair como uma bomba, Viñales e a Yamaha oficializaram o acordo para ruptura do contrato ao fim da temporada. Segundo o site da MotoGP, a liberação foi um pedido do piloto espanhol, algo que a Yamaha concordou. O anúncio vem na esteira do segundo lugar de Viñales, em dobradinha da Yamaha no GP da Holanda, vencido por Fabio Quartararo no último domingo.

“Esta parceria tem sido muito significativa para mim nos últimos cinco anos e foi uma decisão difícil de tomar. Nessas temporadas juntos, vivemos grandes conquistas e tempos difíceis. No entanto, o sentimento que fica é de respeito e apreço mútuo. Estou totalmente comprometido e vou me esforçar para alcançar os melhores resultados para o restante da temporada”, afirmou Maverick.

“A Yamaha vai colocar o seu máximo esforço, como sempre fizemos, para dar apoio total a Maverick e terminar esta temporada da melhor maneira possível”, concluiu o dirigente.

O acordo com a Aprilia ainda não está confirmado, mas Massimo Rivola, CEO da equipe italiana, deixou claro. “Se Viñales estiver disponível, então teremos interesse”.

Depois do GP da Holanda, a MotoGP faz uma pausa de pouco mais de um mês e volta a acelerar entre 6 e 8 de agosto com o GP da Estíria, marcado para o Red Bull Ring. Quartararo lidera o campeonato e soma 156 pontos, contra 122 de Johann Zarco e 109 de Francesco Bagnaia. Joan Mir, atual campeão do mundo, é o quarto, com 101 pontos, um a mais que Jack Miller. Viñales aparece em sexto na tabela, com 95.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar