Viñales diz que Yamaha definiu troca de chefe de equipe: “Decidiram por outra estratégia”

O espanhol ressaltou que tem uma relação de amizade com Esteban García e falou que a mudança é dolorosa. Ainda assim, o espanhol agradeceu a Yamaha pelo empenho em extrair o máximo dele

MotoGP preparou vídeo com imagens da carreira em tributo a Jason Dupasquier (Vídeo: MotoGP)

Maverick Viñales afirmou que a troca de Esteban García por Silvano Galbusera no posto de chefe de equipe foi uma opção da Yamaha. O piloto de Figueres falou que é uma mudança dolorosa, já que nutre uma relação de amizade com o espanhol, mas se disse grato à casa de Iwata por tentar extrair o máximo dele.

Na manhã desta quinta-feira (3), a Yamaha anunciou a saída de García e confirmou que Galbusera vai assumir o comando da equipe de técnicos e mecânicos do espanhol no restante da temporada. Silvano foi chefe de equipe de Valentino Rossi na MotoGP e vinha atuando no comando do time de testes da fábrica dos três diapasões.

LEIA TAMBÉM
⇝ Itália contrasta melhor e pior do esporte e evidencia força extraordinária de pilotos
⇝ Rins abusa de quedas em momentos cruciais e sai da briga pelo título da MotoGP
⇝ Vale tudo no amor e na guerra? Tática de Marc Márquez causa polêmica na Itália

Maverick Viñales vai ter um novo chefe de equipe a partir deste fim de semana (Foto: Yamaha)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Falando à imprensa na Catalunha, Maverick explicou que já há algumas corridas sente que não consegue extrair o máximo da YZR-M1 e, ao debater o assunto com a Yamaha, viu a fábrica optar por um caminho diferente.

“Bom, basicamente, há três ou quarto corridas, não me sinto bem, não senti o potencial máximo”, disse Viñales. “Estava conversando bastante com a Yamaha e eles decidiram encarar isso com outra estratégia, que era mudar o chefe de equipe. E eu acredito na Yamaha”, seguiu.

Viñales destacou que tem uma relação próxima com García e considerou que a mudança representa uma “história completamente diferente” do divórcio com Ramón Forcada, no fim da temporada 2018. Na época, Maverick tinha uma relação tumultuada com o experiente espanhol e foi ele próprio quem optou pela separação.

“Conversei com Esteban sobre isso, pois, antes de mais nada, ele é meu amigo. Antes de ser chefe de equipe, ele é meu amigo”, declarou. “Temos uma relação muito boa. Fui muitas vezes a casa dele, conheço a esposa dele, a filha, os conheço muito bem, e, com certeza, nossa relação vai continuar, ainda que ele não seja meu chefe de equipe”, frisou.

“Ele não é apenas um chefe de equipe. Como eu disse, ele é um dos meus amigos. E essa mudança é também dolorosa”, apontou. “Mas, por outro lado, entendo bem que precisamos extrair o máximo. Nosso companheiro de equipe está vencendo e nós, fazendo top-10. Com certeza, às vezes nós mostramos, e a Yamaha está tentando me lavar a esse potencial”, justificou.

Questionado se não era possível atingir o potencial da YZR-M1, Viñales disse que não sabia, mas reiterou a confiança na Yamaha e se disse “grato” pelo fato de a fábrica de Iwata estar tentando extrair o máximo dele.

MotoGP volta às pistas no próximo dia 6 de junho para o GP da Catalunha. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

LEIA TAMBÉM
Fatos e curiosidades sobre o GP da Catalunha de MotoGP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar