MotoGP dá bola fora e frustra fãs com documentário limitado para alguns

A excelente ideia de mostrar os bastidores do Mundial de Motovelocidade não foi lá tão bem executada, já que distribuição não foi bem feita. Países como Brasil, Indonésia e Austrália ficaram de fora

Depois de muita espera, chegou o dia do lançamento de ‘MotoGP Unlimited’, o documentário que promete revelar os bastidores do Mundial de Motovelocidade. Mas o que era para ser um dia de festa, acabou se tornando uma chuva de criticas.

Além de queixas pela dublagem indesejada, nem todos os países tiveram acesso ao conteúdo. Ficaram de fora lugares como Brasil, Austrália e até a Indonésia. Juliana Tesser analisa a bola fora do campeonato no que seria uma ótima jogada no início da era pós-Valentino Rossi.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

ANÁLISE
MotoGP peca na distribuição e transforma ‘MotoGP Unlimited’ em série limitada

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar