Na Garagem: Rossi chega em 3º em Sepang e conquista nono título no Mundial

Há exatos dez anos, em um molhado GP da Malásia, Valentino Rossi fez corrida cautelosa, chegou no pódio e derrotou Jorge Lorenzo na disputa interna da Yamaha para faturar o nono título da carreira no Mundial de Motovelocidade. A conquista de 2009 segue sendo a última do italiano na MotoGP

NO DIA 25 DE OUTUBRO DE 2009, Valentino Rossi escrevia mais um importante capítulo na história do motociclismo. Com uma atuação segura, sem se arriscar, ele ficou em terceiro lugar no GP da Malásia, em Sepang, e conquistou o seu nono título no Mundial de Motovelocidade, o sétimo na MotoGP.
 
Defendendo o título do ano anterior, a temporada de Rossi começou abaixo do esperado, com apenas uma vitória nas primeiras cinco corridas e um GP sem pontuar na França, enquanto o companheiro Jorge Lorenzo conseguia dois triunfos. Tudo mudou no GP da Catalunha, quando Rossi ultrapassou Lorenzo na última curva da volta final e conquistou a vitória de maneira espetacular. A partir deste momento, o italiano passou a ser constante, com mais quatro vitórias e outros quatro pódios no restante da temporada. Lorenzo, por outro lado, teve três abandonos e não conseguiu acompanhar o ritmo do parceiro de Yamaha.
 
Após o GP da Austrália, quando chegou em segundo lugar e Lorenzo abandonou, Rossi abriu 38 pontos de vantagem no campeonato. Para conquistar o eneacampeonato mundial em Sepang, bastava apenas um quarto lugar na corrida. E a missão foi facilitada com a pole-position obtida no sábado.
 
Único com chances de tirar o título do italiano, Lorenzo foi penalizado antes mesmo da largada. O #99 não conseguiu assumir sua posição no grid no tempo correto e precisou largar na última posição. Para aumentar a tensão da decisão, a chuva adiou o início da prova em 35 minutos.
 
Na largada, Casey Stoner, da Ducati, ultrapassou Rossi e assumiu a liderança, seguido por Dani Pedrosa, da Honda. O #46 apresentou dificuldades com o piso molhado e optou por uma estratégia conservadora e despencando para o oitavo lugar. Na segunda volta, Lorenzo o ultrapassou, mostrando o forte ritmo que tinha em sua moto.
Valentino Rossi em 2009 (Foto: Reprodução)
Rossi ficou preso atrás da Kawasaki de Marco Melandri, mas conseguiu ultrapassar depois de algumas voltas. A partir daí, o #46 embalou e chegou na quarta posição, que já lhe daria o título, ultrapassando Lorenzo. A queda de Dovizioso a sete voltas do fim colocou Rossi no pódio.
 
Disparado na liderança, Stoner venceu o GP da Malásia sem grandes sustos. Pedrosa, que ainda precisou segurar os ataques de Rossi nas voltas finais, ficou em segundo, com o italiano completando o pódio. Lorenzo foi apenas o quarto e não conseguiu evitar o título do companheiro de equipe.
 
Na Malásia, há exatos dez anos, Rossi conquistou seu sétimo título na MotoGP, o nono no Mundial de Motovelocidade, ficando apenas atrás do compatriota Giacomo Agostini, com 14 troféus, sendo oito na principal categoria.
 
Com dois títulos consecutivos na MotoGP, em 2008 e 2009, todos pensavam que o reinado do #46 tinha voltado após os tropeços de 2006 e 2007, quando foi derrotado por Nicky Hayden e Casey Stoner, respectivamente. O GP da Malásia de 2009, porém, representa o dia do último título do italiano até o momento. 
 
No ano seguinte, 2010, uma grave fratura na perna sofrida durante os treinos para o GP da Itália o afastaram de boa parte da temporada. Em 2011 e 2012, o italiano passou por dificuldades e sofreu para conseguir bons resultados na Ducati, retornando para a Yamaha na sequência. Desde então, no entanto, a melhor chance de título de Valentino foi em 2015, quando brigou novamente com o companheiro Lorenzo, mas foi derrotado em um polêmico fim de temporada.
 
Atualmente com 40 anos, Rossi tem contrato com a Yamaha até o fim da temporada 2020, mas o sentimento é de que a chance de títulos passaram e as conquistas ficarão apenas nas lembranças de quem viu o 'Doutor' dominando a MotoGP.
 

 
Paddockast #38
CORRIDAS POLÊMICAS DA HISTÓRIA DA FÓRMULA 1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube