No giro final, Rossi supera concorrência e lidera dobradinha da Yamaha no terceiro treino livre em Assen

Com 1min33s167, Valentino Rossi foi o mais rápido na terceira sessão de treinos livres para o GP da Holanda de MotoGP. 0s108 mais lento, Jorge Lorenzo completa a dobradinha da Yamaha, com Andrea Iannone aparecendo para ocupar a última posição do top-3

A cobertura completa do GP da Holanda no GRANDE PRÊMIO

Valentino Rossi conseguiu mais uma vez. Depois de liderar a primeira sessão de treinos em Assen, o italiano voltou a exibir um bom ritmo na manhã desta sexta-feira (26). Usando o novo chassi da Yamaha, o multicampeão aproveitou sua última volta no terceiro treino livre para cravar 1min33s167 e assegurar o topo da tabela.

 
Antes de Rossi, era Jorge Lorenzo quem aparecia no topo, mas com o italiano 0s108 mais rápido, o #99 teve de se conformar com a segunda marca da sessão.
Valentino Rossi ditou o ritmo no terceiro treino em Assen (Foto: Yamaha)
Usando os pneus macios a que a Ducati tem direito, Andrea Iannone foi 0s125 mais lento que o #46 e aparece para completar o top-3, logo à frente de Andrea Dovizioso. O #4, que este fim de semana testa uma alavanca de freio traseiro na mão esquerda, foi 0s189 mais lento que o ponteiro.
 
Reafirmando a força da Yamaha, Bradley Smith cravou 1min33s387 e ficou com o quinto tempo, à frente de Marc Marquez. O campeão vigente fez seu melhor giro em 1min33s477.
 
Líder da quinta-feira, Dani Pedrosa foi 0s341 mais lento que o líder e ficou com o sétimo posto, seguido por Maverick Viñales e Pol Espargaró. Cal Crutchlow completa a lista dos dez melhores.
 
Saiba como foi o terceiro treino livre da MotoGP em Assen:
 
Ao contrário do que aconteceu no primeiro dia de treinos, a sexta-feira em Assen foi de céu nublado e com possibilidade de chuva. Em meados da manhã, os termômetros marcavam 19°C, com a pista chegando aos 25°C. A velocidade dos ventos era de 6 km/h.
 
Com a ameaça de chuva pairando no ar, os pilotos, especialmente aqueles fora do top-10 no resultado combinado, não tardariam em deixar os boxes, já que o tempo poderia mudar a qualquer momento.
 
Quando a bandeira verde foi agitada no pit-lane holandês, Dani Pedrosa, Marc Márquez, Valentino Rossi, Andrea Iannone, Cal Crutchlow, Andrea Dovizioso, Aleix Espargaró, Danilo Petrucci e Maverick Viñales eram os pilotos que, provisoriamente, tinham garantido vaga direto no Q2, a fase final do treino classificatório.
 
Ainda nos primeiros minutos da sessão, Bradley Smith anotou 1min34s185 e saltou para o décimo posto no resultado combinado, tirando Viñales.
Jorge Lorenzo não está satisfeito com os pneus de Assen (Foto: Yamaha)
Com pouco mais de dez minutos de sessão, a previsão de chuva começou a se confirmar e os fiscais logo trataram de alertar os pilotos sobre a chegada da chuva. A maioria dos pilotos já estava nos boxes, com o top-10 combinado permanecendo praticamente inalterado: Pedrosa, Márquez, Rossi, Iannone, Crutchlow, Lorenzo, Dovizioso, Aleix, Petrucci e Smith.
 
Depois de cerca de dez minutos de nenhuma atividade na pista, os pilotos voltaram a deixar os boxes, liderados por Viñales, que foi o primeiro a sair.
 
Pol Espargaró logo cravou 1min33s965 e assumiu o nono posto do top-10 combinado, empurrando o companheiro de Tech3 para fora da lista dos pilotos que pulam o Q1.
 
Marc Márquez também foi mais rápido, cravando 1min33s477. Com o resultado, o #93 reduziu o atraso para Pedrosa para apenas 0s027, mas não conseguiu passar do segundo posto no resultado combinado.
 
Com cerca de dez minutos para o fim do terceiro treino, os pilotos começaram a voltar para os boxes antes do ataque final à tabela de tempos. O top-10 combinado ainda era formado por Pedrosa, Márquez, Rossi, Iannone, Crutchlow, Lorenzo, Dovizioso, Aleix e Pol Espargaró, e Danilo Petrucci.
De volta à pista, Smith saltou para a sétima colocação no combinado, caindo para oitavo na sequência, uma vez que Viñales, com um pneu macio na traseira da GSX-RR, cravou 1min33s526 e assumiu o terceiro posto.
 
O #38 seguiu empenhado, baixou sua marca para 1min33s527 e assumiu o quarto posto, à frente de Rossi, Iannone, Crutchlow, Lorenzo, Dovizioso e Aleix Espargaró.
 
Também equipado com pneus macios — um par deles —, Dovizioso baixou sua marca para min33s518 e assumiu a terceira colocação, 0s076 atrás de Pedrosa, que seguia na ponta.
Mais uma vez, Maverick Viñales avança direto ao Q2 (Foto: Suzuki)
Pouco depois, Pol Espargaró virou 1min33s660 e assumiu a sétima colocação no combinado, à frente de Iannone, Crutchlow e Lorenzo, o último na linha de corte para o Q2.
 
Rossi também tratou de melhorar sua marca e, com 1min33s632, manteve o sexto posto. Smith também melhorou e tomou a ponta, mas foi batido por Lorenzo pouco depois, com 1min33s275.
 
Com a bandeira quadriculada tremulando, Iannone saltou para segundo, 0s017 atrás de Lorenzo. Quase que imediatamente, Rossi baixou para 1min33s167 e assumiu o comando da sessão, 0s108 à frente do companheiro de Yamaha. Dovizioso também conseguiu melhorar e subiu para quarto.
 
Assim, Rossi puxa a fila dos pilotos que vão direto ao Q2. Além do italiano, Lorenzo, Iannone, Dovizioso, Smith, Pedrosa, Márquez, Viñales, Pol Espargaró e Crutchlow também pulam  a primeira parte do treino classificatório.

Com a ameaça de chuva pairando no ar, os pilotos aproveitaram o retorno aos boxes para praticar o procedimento de flag-to-flag. Em Assen, ninguém nunca sabe quando a chuva vai dar o ar da graça.

MotoGP, GP da Holanda, Assen, 3º Treino Livre:

 
1
46
VALENTINO ROSSI
ITA
YAMAHA
1:33.167
 
2
99
JORGE LORENZO
ESP
YAMAHA
1:33.275
+0.108
3
29
ANDREA IANNONE
ITA
 DUCATI
1:33.292
+0.125
4
4
ANDREA DOVIZIOSO
ITA
DUCATI
1:33.356
+0.189
5
38
BRADLEY SMITH
ING
TECH3 YAMAHA
1:33.387
+0.220
6
93
MARC MÁRQUEZ
ESP
HONDA
1:33.477
+0.310
7
26
DANI PEDROSA
ESP
HONDA
1:33.508
+0.341
8
25
MAVERICK VIÑALES
ESP
SUZUKI
1:33.526
+0.359
9
44
POL ESPARGARÓ
ESP
TECH3 YAMAHA
1:33.660
+0.493
10
35
CAL CRUTCHLOW
ING
LCR HONDA
1:33.744
+0.577
11
9
DANILO PETRUCCI
ITA
PRAMAC DUCATI
1:33.803
+0.636
12
41
ALEIX ESPARGARÓ
ESP
SUZUKI
1:33.954
+0.787
13
6
STEFAN BRADL
ALE
FORWARD YAMAHA
1:34.195
+1.028
14
45
SCOTT REDDING
ING
MARC VDS HONDA
1:34.223
+1.056
15
8
HECTOR BARBERÁ
ESP
AVINTIA DUCATI
1:34.406
+1.239
16
68
YONNY HERNÁNDEZ
COL
PRAMAC DUCATI
1:34.440
+1.273
17
19
ÁLVARO BAUTISTA
ESP
APRILIA GRESINI
1:34.668
+1.501
18
63
MIKE DI MEGLIO
FRA
AVINTIA DUCATI
1:35.013
+1.846
19
50
EUGENE LAVERTY
IRN
ASPAR HONDA
1:35.026
+1.859
20
69
NICKY HAYDEN
EUA
ASPAR HONDA
1:35.177
+2.010
21
43
JACK MILLER
AUS
LCR HONDA
1:35.420
+2.253
22
76
LORIS BAZ
FRA
FORWARD YAMAHA
1:36.030
+2.863
23
15
ALEX DE ANGELIS
RSM
IODA ART
1:36.298
+3.131
24
33
MARCO MELANDRI
ITA
APRILIA GRESINI
1:37.389
+4.222
 
 
 
 
 
 
 
RECORDE
DANI PEDROSA
ESP
HONDA
1:34.548
172.9 km/h
MELHOR VOLTA
VALENTINO ROSSI
ITA
YAMAHA
1:33.167
175.5 km/h
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Condições do tempo
 
PISTA SECA
 
ar: 20ºC | pista: 27ºC

#GALERIA(5361)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube