Pasini surpreende e crava pole da Moto2 na Austrália. Perto do título, Bagnaia larga só em 16º

Mattia Pasini foi a surpresa do treino classificatório da Moto em Phillip Island e conquistou a posição de honra do grid mesmo com uma queda já na reta final da atividade. 0s256 mais lento, Marcel Schrotter sai em segundo, com Xavi Vierge fechando a primeira fila. Com o primeiro match-point do título, Francesco Bagnaia vai largar apenas em 16º

Mattia Pasini foi a surpresa do treino classificatório da Moto2 neste sábado (27). Contrariando as expectativas criadas pelos treinos livres, o #54 cravou 1min33s368 na melhor de suas 19 voltas e conquistou a terceira pole-position do ano.
 
Ainda sem vaga no grid de 2019, Pasini passou a maior parte da sessão na pole provisória e nem mesmo uma queda já nos minutos finais da atividade foi capaz de impedir o piloto da Italtrans de conquistar a posição de honra.
 
0s256 mais lento, Marcel Schrotter vai largar em segundo, 0s097 à frente de Xavi Vierge, seu companheiro de IntactGP. Dominique Aegerter vem na sequência.
Mattia Pasini vai sair na pole em Phillip Island (Foto: Reprodução)
Forte ao longo de todo fim de semana, Brad Binder conseguiu voltar para a pista após ter a moto destruída no TL3, mas não conseguiu passar do quinto posto, 0s561 mais lento que Mattia. Fabio Quartararo ficou com o sexto posto do grid, à frente de Iker Lecuona.
 
Ainda no início da sessão, Álex Márquez sofreu uma queda na Lukey Heights após ficar ser ter para onde ir ao encontrar com Steven Odendaal na pista e não voltou mais para a classificação. O sul-africano parece ter tido alguma dificuldade com a moto.
 
Assim, o piloto da Marc VDS vai largar apenas em nono, com Jesko Raffin completando um top-10 separado por 0s671.
 
Líder do Mundial, Francesco Bagnaia não conseguiu se entender com o traçado australiano e foi 0s999 mais lento que Pasini. Assim, o #42 larga apenas em 16º no dia que tem seu primeiro match-point pelo título da Moto2. Rival na classificação, Miguel Oliveira foi igualmente mal e vai sair apenas em 20º.
 

Saiba como foi a classificação da Moto2 para o GP da Austrália:

Na Austrália, a Moto2 foi a segunda classe a ir para a pista para a classificação. Quando deixou os boxes, o tempo seguia firme e com temperaturas amenas, com termômetro indicando 16º e asfalto batendo 26ºC.
 
Com os primeiros giros rápidos completados, os nomes começaram a saltar na tabela, pois todos os pilotos estavam na pista. Após a ação inicial, foi Pasini quem se manteve na ponta com 1min34s342, seguido por Vierge e Baldassarri.
 
Não demorou muito para que o tempo do #10 fosse superado pelos pilotos. Agora, com 1min33s949, era Dominique Aegerter quem sustentava a pole provisória. Quartararo, Schrotter, Mir e Vierge completavam o top-5.
 
Com dez minutos de sessão completados, Aegerter seguia na primeira colocação. Enquanto isso, Márquez protagonizava uma forte queda na curva 9. Com a desaceleração repentina de Oendaal, o espanhol acertou a traseira do piloto, indo com violência para o chão. Mas logo levantou-se para tentar voltar para a moto.
Restavam ainda 28 minutos para o encerramento da classificação, mas grande parte do pelotão estava nos boxes para a primeira parada da sessão. No topo aparecia Aegerter com 1min33s841, seguido por Schrotter, Pasini, Lecuona, Vierge e Márquez.
 
Daquele ponto, não demorou muito para o #77, que estava parado, fosse superado pelos pilotos que seguiam no traçado. Pasini baixou o antigo tempo em 0s473 para tornar-se o novo líder do treino.
 
Quando a sessão já havia ultrapassado a metade, foi a vez de Stefano Manzi protagonizar uma queda na pista. Na curva 2, sofreu um high side e foi arremessado da moto, caindo e ficado no chão. Foi retirado do traçado de maca.
A classificação caminhava para os dez minutos finais em Phillip Island. Pasini seguia sendo o piloto a ser batido em terrar australianas, seguido por Schrotter, Vuerge, Aegerter e Lecuona. Grande parte do grid estava mais uma vez parado.
 
Com pouco minutos para a bandeira quadriculada, o #54 não dava abertura para os adversários, e mesmo sofrendo uma queda, seguia com a pole provisória em suas mão. Schrotter, Vierge, Aegerter, Bdinder, Quartararo, Marini, Lecuona, Márquez e Baldassarri vinham em seguida.
 

Moto2, GP da Autrália, Phillip Island, Grid de largada:

1 M PASINI Italtrans Kalex 1:33.368    
2 M SCHROTTER Intact Kalex 1:33.624 +0.256  
3 X VIERGE Intact Kalex 1:33.721 +0.353  
4 D AEGERTER Kiefer KTM 1:33.841 +0.473  
5 B BINDER Red Bull KTM Ajo 1:33.929 +0.561  
6 F QUARTARARO Speed UP 1:33.951 +0.583  
7 L MARINI VR46 Kalex 1:33.963 +0.595  
8 I LECUONA Interwetten KTM 1:33.988 +0.620  
9 A MÁRQUEZ Marc VDS Kalex 1:34.007 +0.639  
10 J RAFFIN SAG Kalex 1:34.039 +0.671  
11 L BALDASSARRI PONS Kalex 1:34.050 +0.682  
12 J NAVARRO Gresini Kalex 1:34.086 +0.718  
13 A FERNANDEZ PONS Kalex 1:34.094 +0.726  
14 J MIR Marc VDS Kalex 1:34.149 +0.781  
15 R GARDNER Tech3 Mistral 610 1:34.181 +0.813  
16 F BAGNAIA VR46 Kalex 1:34.367 +0.999  
17 S MANZI Forward Suter 1:34.413 +1.045  
18 A LOCATELLI Italtrans Kalex 1:34.491 +1.123  
19 S LOWES Interwetten KTM 1:34.540 +1.172  
20 M OLIVEIRA Red Bull KTM Ajo 1:34.556 +1.188  
21 T NAGASHIMA Tady Kalex 1:34.784 +1.416  
22 E PONS Speed UP 1:34.844 +1.476  
23 K IDHAM PAWI Tady Kalex 1:34.850 +1.482  
24 J ROBERTS RW NTS 1:34.851 +1.483  
25 S CORSI TASCA Kalex 1:34.934 +1.566  
26 S ODENDAAL RW NTS 1:34.958 +1.590  
27 B STARING Tech3 Mistral 610 1:35.760 +2.392  
28 J DANILO SAG Kalex 1:35.978 +2.610  
29 F FULIGNI TASCA Kalex 1:35.986 +2.618  
30 I VIÑALES Forward Suter 1:36.173 +2.805  
31 X CARDELUS Stylobike Kalex 1:37.065 +3.697  
  N TUULI SIC Kalex      
           
REC A DE ANGELIS Forward Speed Up 1:32.814 172.5 km/h  
MV T RABAT Marc VDS Kalex 1:32.470 173.1 km/h  
           
  Condições do tempo PISTA SECA   ar: 16ºC | pista: 26ºC  

#GALERIA(9579)

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube