Pol Espargaró aposta na KTM e segue como companheiro de Smith na temporada 2017 da MotoGP, diz site espanhol

De acordo com a versão espanhola do site ‘Motorsport.com’, Pol Espargaró decidiu deixar a Tech3 no fim do ano e apostar no projeto da KTM. Assim, o catalão seguirá como companheiro de Bradley Smith, o primeiro piloto confirmado pela esquadra austríaca

Depois de Ducati, Yamaha e Suzuki anunciarem seus pilotos para o próximo biênio na semana passada, chegou a vez de Pol Espargaró se tornar o alvo da temporada de rumores. Titular da Tech3 desde a estreia na MotoGP, o catalão, que tem um contrato direto com a casa de Iwata até o fim do ano, não esconde que quer uma vaga em um time de fábrica.
 
Segundo a versão espanhola do site ‘Motorsport.com’, Pol decidiu apostar no projeto da KTM e vai guiar pelo time austríaco no próximo ano. Assim, o #44 seguirá como companheiro de equipe de Bradley Smith, o primeiro a ser confirmado como titular da fábrica austríaca.
Pol Espargaró virou o foco dos rumores (Foto: Tech3)
No fim de semana do GP da Itália, a imprensa espanhola relatava que Pol tinha três ofertas na mesa: seguir na Tech3, onde Hervé Poncharal não faz segredo do desejo de mantê-lo, embora agora sem vínculo direto com a Yamaha; ir para a Avintia, que busca motos oficiais da Ducati; ou apostar na KTM.
 
A renomada fábrica austríaca vai fazer sua estreia na MotoGP em 2017 e vem trabalhando intensamente no desenvolvido da RC16. Se confirmada, a contratação de Pol Espargaró vai deixar uma legião de pilotos frustrados, já que a KTM montou um time de pilotos de testes que conta com Alex Hofmann — já aposentado —, Mika Kallio, Randy De Puniet e Karel Abraham.
 
Apesar de contratado diretamente pela Yamaha, Pol não chegou a ser considerado como candidato a substituir Jorge Lorenzo. De acordo com Lin Jarvis, diretor do time dos três diapasões, Espargaró ainda precisa melhorar para merecer uma moto de fábrica.
 
“Não consideramos Pol como uma opção, pois no ano passado ele não foi consistente e não teve nível suficiente para estar na equipe oficial. Bradley [Smith] esteve na frente durante quase todo o ano e apesar de ele ter começado melhor este ano, creio que Pol ainda precisa melhorar. Com sua moto atual é capaz de fazer melhores resultados”, comentou. “Possivelmente, se ele sairia melhor com a moto da Movistar Yamaha, mas esse não era o momento para Pol. Espero que ele siga conosco e possa se converter em um piloto oficial no futuro. Ele já tem uma moto muito similar à de fábrica. Sabemos que Pol tem a velocidade e o potencial”, defendeu.
De acordo com a publicação espanhola, o anúncio da KTM não deve tardar, podendo, inclusive, ser feito antes do GP da Catalunha, próxima etapa do Mundial.
PADDOCK GP #30 DEBATE INDY, F-E E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube