Prévia: Rossi tenta em Aragão neutralizar Lorenzo a caminho do título de 2015

Líder do campeonato, Valentino Rossi nunca venceu em Aragão, onde acontece a 14ª etapa do Mundial neste fim de semana. Vencedor do GP em 2014, Jorge Lorenzo, 23 pontos atrás na classificação, ainda está na briga pelo título e quer descontar a ampla vantagem do italiano

A temporada 2015 do Mundial de Motovelocidade vai chegando à reta final com a promessa acirrada de luta pelo título. Neste fim de semana, pilotos e equipes da MotoGP, da Moto2 e da Moto3 vão à Espanha, na pista de Aragão, para a realização da 14ª etapa no ano, com 18 previstas no calendário. E a expectativa é de mais um round equilibrado na briga intensa entre Honda e Yamaha, as duas principais forças do ano. 

 
Valentino Rossi, líder do Mundial com 23 pontos de vantagem sobre o companheiro de equipe, Jorge Lorenzo, vai em busca da sua primeira vitória no circuito espanhol — seu melhor resultado é um terceiro lugar em 2013. Quinto colocado na última prova, em Misano, há duas semanas, o italiano tem mostrado extrema regularidade, com constantes aparições no pódio. Este, aliás, é o seu objetivo para domingo. "A atmosfera no time é muito boa, me sinto bem e estamos prontos para voltar ao pódio", cravou.
Valentino Rossi lutará pelo primeiro triunfo no circuito espanhol (Foto: Yamaha)
Mas o nove vezes campeão mundial não terá vida fácil, ao menos no que depender de  Lorenzo, o maior vencedor da temporada até agora, com cinco triunfos, dos quais quatro consecutivos. Após a queda na última prova, o #99 não parece abalado e espera dar a resposta imediatamente, especialmente para evitar que o colega italiano escape na ponta da tabela, em um momento em que restam somente cinco provas para o fim.

"Acredito em mim mesmo e no time, então precisamos continuar tentando até o final e lutando em todas as corridas para alcançar Vale", disse.

Lorenzo tem a seu favor o fato de ter vencido em Aragão no ano passado. O espanhol de 28 anos ainda contabiliza dois segundos lugares em 2013 e 2012 e um terceiro lugar na temporada 2011. A meta de Jorge é tentar neutralizar a constância de Rossi nesta fase final do campeonato. Por isso, uma nova vitória no Motorland é crucial para as ambições do vice-líder.

Jorge Lorenzo quer diminuir vantagem de Rossi no campeonato (Foto: Yamaha)
A Honda de Marc Márquez e Dani Pedrosa também deve aparecer forte no seletivo circuito espanhol, principalmente nas mãos do bicampeão Márquez, que vem de vitória em Misano. O #93, que aponta o traçado como o seu favorito, tem em seu currículo um triunfo em Motorland em 2013, além da conquista da pole-position em quatro das últimas cinco corridas disputadas por lá.

Mesmo crendo que não tem mais chances de levar o terceiro título consecutivo na MotoGP — Marc soma 184 pontos contra 247 de Rossi —, o jovem espanhol promete brigar por sua quinta vitória na temporada e apimentar ainda mais a batalha entre os dois pilotos da Yamaha.

 
Terceira força no Mundial, a Ducati se divide entre as limitações físicas de Andrea Iannone e o otimismo de Andrea Dovizioso. Quarto colocado no campeonato, Iannone deslocou o ombro esquerdo em um treinamento na semana passada e não terá plenas condições físicas para a corrida. Assim, Dovizioso, sexto colocado na tabela de classificação, é a principal esperança do time italiano, que viveu altos e baixos no ano.

"No ano passado, eu estava indo muito bem antes de eu cair quando começou a chover. É um circuito muito incomum e é interessante para nós com a GP15, porque ele vai nos dar uma ideia de quão competitivo somos. Eu espero muito deste fim de semana", comentou o #4, cujo melhor resultado em Motorland é um terceiro lugar obtido em 2012.

Andrea Iannone vai correr no sacrifício (Foto: Ducati)

Serão 23 voltas em Motorland, circuito de 5.077 km de extensão, duas retas e 17 curvas, sendo dez para esquerda e sete para direita. O alemão Hermann Tilke é quem assina o desenho do traçado, que recebe o Mundial de Motovelocidade desde 2010. Marc Márquez detém a volta mais rápida por lá, com o tempo de 1min47s187, registrada no ano passado. Já o recorde de velocidade máxima pertence a Stefan Bradl. O alemão, então representante da LCR Honda, atingiu 341,6 km/h em 2013.

 
O GRANDE PRÊMIO acompanha de perto o fim de semana em Aragão. As atividades na pista começam às 4h de sexta-feira (25), com os primeiros treinos livres da Moto3. As sessões classificatórias acontecem na manhã do sábado (26), e as corridas começam no domingo a partir das 6h. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube