Raúl Fernández se livra de Canet e vence na Moto2. Lowes cai na curva 1 em Portugal

O novato Raúl Fernández conseguiu se separar da concorrência e venceu pela primeira vez na Moto2 no GP de Portugal. Após grande disputa, Arón Canet e Remy Gardner passaram Joe Roberts para completar o pódio. Enquanto isso, o pole Sam Lowes sequer completou a primeira volta

Jorge Martín caiu no fim do terceiro treino livre para o GP de Portugal (Vídeo: MotoGP)

Raúl Fernández finalmente conseguiu a primeira vitória na Moto2. Depois de bater na trave na rodada dupla do Catar, o espanhol venceu o GP de Portugal deste domingo (18) após se livrar da concorrência nas voltas finais e abrir vantagem até a bandeira quadriculada.

Arón Canet ficou com a segunda posição após superar Joe Roberts no último giro. O americano, no entanto, foi o quarto porque Remy Gardner também o ultrapassou na curva final do circuito português.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Raúl Fernández conseguiu vencer na terceira corrida da carreira na Moto2 (Foto: Red Bull KTM Ajo)

LEIA TAMBÉM
⇝ Alonso escapa e vence corrida 1 em Portugal. Moreira é 2º na estreia na Rookies Cup

Augusto Fernández ficou em quinto, seguido por Marco Bezzecchi, Xavi Vierge, Hector Garzó, Cameron Beaubier e Marcel Schrötter. Vencedor das duas primeiras etapas e pole em Portugal, Sam Lowes não passou da primeira curva após um acidente na largada.

Com o resultado do GP de Portugal, Gardner chegou aos 56 pontos e assumiu a liderança do Mundial, quatro à frente de Raúl. Lowes caiu para terceiro, seguido por Bezzecchi e Fabio Di Giannantonio. A Kalex, claro, comanda o Mundial de Construtores, já 46 pontos à frente da Boscoscuro, fabricante das Speed Up. A Red Bull KTM Ajo lidera com folga no Mundial de Construtores.

A Moto2 volta às pistas em 2 de maio, para o GP da Espanha, em Jerez de la FronteraAcompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Saiba como foi o GP de Portugal de Moto2:

Em um domingo de sol, a Moto2 encontrou a temperatura na casa dos 25°C em Portimão, com o asfalto chegando a 43°C. O vento também aumentou antes da Moto2 e agora soprava a 16 km/h.

Para esta terceira etapa da temporada, todos os pilotos foram com os mesmos pneus: os Dunlop 3 na dianteira e 2 na traseira.

No instante da largada, Sam Lowes não só saiu mal, como também foi ejetado da moto na curva 1. Apesar do susto, o britânico saiu da pista caminhando.

Remy Gardner, então, se instalou na ponta, com Marco Bezzecchi saltando para segundo, à frente de Xavi Vierge e Joe Roberts. O norte-americano partiu para o ataque no início da volta seguinte e tomou o terceiro posto do rival da SRT.

Sam Lowes foi ejetado da moto ao tentar evitar a traseira de Remy Gardner (Foto: Reprodução)

Na volta 3, Bezzecchi tomou a ponta, mas pouco depois levou o troco de Gardner. Roberts seguia em terceiro, seguido por Vierge e Raúl Fernández.

Ainda no início da disputa, Jorge Navarro caiu na curva 5. O espanhol vive uma fase muito ruim, que já vem desde o ano passado.

Na abertura da volta 4, Bezzecchi grudou em Gardner e entrou primeiro na curva 1. O australiano levou um susto na sequência, mas conseguiu segurar o segundo, à frente de Roberts. Raúl era agora o terceiro, escoltado por Arón Canet e Vierge.

Uma vez na ponta, Bezzecchi escapou, abrindo mais de 1s1 de frente. Roberts, então, passou Gardner e assumiu o segundo posto, à frente de Canet e Fernández.

Enquanto isso, Ai Ogura caiu na curva 5 e tirou Somkiat Chantra, seu companheiro de equipe. Mas o acidente feio aconteceu mesmo na curva 15, quando Yari Montella caiu e acabou levando junto Stefano Manzi. As motos se espatifaram, inclusive com uma boa de fogo.

O filho de Wayne conseguiu retomar o segundo posto, com Roberts caindo para quarto após ser superado por Canet. Pouco depois, Raúl também passou Joe, que foi para a quinta colocação.

Gardner remou bem e conseguiu reduzir a diferença de Bezzecchi, mas acabou superado por Canet, que tomou a segunda colocação. O australiano viu a situação piorar na sequência, quando Roberts e Fernández também passaram depois de ele sair muito da linha na curva 3.

Bezzecchi, que nas duas primeiras corridas do ano sofreu com falta de aderência na segunda metade da corrida, perdeu a liderança para Canet na décima volta depois de dar uma bela balançada com a traseira.

Ogura e Chantra se encontram e abandonam GP de Portugal (Vídeo: MotoGP)

Marco recuperou o comando na reta, mas levou um bloqueio de Arón na curva 1, com Roberts aproveitando para dar um bote duplo e tomar a ponta. Canet recuperou a primeira posição metros depois, mas levou o troco de Joe enquanto Gardner passou Bezzecchi pelo quarto posto.

Logo depois, Raúl também passou Bezzecchi, que caiu para quinto, 0s4 à frente de Augusto Fernández.

Com 12 voltas para o fim, Celestino Vietti e Nicolò Buelga caíram na curva 1 depois de o #11 simplesmente cortar a frente do piloto da VR46. Os dois escaparam de lesões maiores, mas iniciaram uma briga na área de escape.

Na ponta, Roberts ia tentando sustentar a ponta, mas ainda seguido de perto por Canet, Gardner, Bezzecchi, Raúl Fernández, Xavi Vierge e Augusto Fernández.

Roberts ultrapassou Canet para assumir a liderança (Vídeo: MotoGP)

Com nove voltas para o fim, Dixon caiu na curva 8 e abandonou a corrida depois de uma sequência de cambalhotas na brita.

Roberts e Canet seguiram juntinhos, mas se afastaram do pelotão, isolando a disputa pela ponta. Na volta 18, Arón conseguiu assumir a liderança, já abrindo uma ligeira margem. O espanhol, porém, precisava ficar atento, pois já tinha sido alertado para respeitar os limites da pista.

A disputa entre os dois permitiu a aproximação de Raúl Fernández, que não fez hora antes de tomar a segunda colocação ao ver Roberts alargar a trajetória ao errar a freada da curva 1.

Raúl Fernández fez a terceira corrida na Moto2 (Vídeo: MotoGP)

Raúl, então, foi adiante para tomar a ponta de Canet na entrada da curva 1 com quatro voltas para o fim. O piloto da Red Bull KTM Ajo, então, forçou o ritmo e abriu 0s3 de margem para Arón. Roberts era o terceiro, ainda em contato com o rival da Aspar.

Uma vez na ponta, Fernández nem deu mais bola para os rivais e abriu mais de 1s de frente para receber a bandeirada para a primeira vitória na Moto2 com tranquilidade.

Na volta final, Roberts passou Canet pelo segundo lugar, mas conseguiu o troco pouco depois, com Gardner mergulhando para tomar o segundo posto. Joe ainda tentou reagir, mas acabou com a quarta colocação depois de um toque.

Moto2 2021, GP de Portugal, Portimão, Corrida:

1R FERNÁNDEZRed Bull KTM Ajo Kalex39:47.37723 voltas
2A CANETAspar Speed Up+1.600 
3R GARDNERRed Bull KTM Ajo Kalex+1.968 
4J ROBERTSAmerican Kalex+2.397 
5A FERNÁNDEZMarc VDS Kalex+5.622 
6M BEZZECCHIVR46 Kalex+6.344 
7X VIERGESIC Kalex+7.360 
8H GARZÓPONS Kalex+12.540 
9C BEAUBIERAmerican Kalex+14.989 
10M SCHROTTERIntact Kalex+15.240 
11F DI GIANNANTONIOSpeed UP+15.521 
12L DALLA PORTAItaltrans Kalex+15.667 
13A ARENASAspar Speed Up+19.513 
14L BALDASSARRIPONS Kalex+23.147 
15M RAMÍREZAmerican Kalex+23.494 
16T ARBOLINOIntact Kalex+23.639 
17T LÜTHIIntact Kalex+27.470 
18H SYAHRINAspar Speed Up+56.999 
19M PONSForward MV Agusta+1:00.417 
20F ROGERSRW NTS+1:21.966 
21S CHANTRATeam Tady Kalex+1:25.160 
22J NAVARROSpeed UP+3 voltas 
23J DIXONSIC KalexAbandonou 
24C VIETTIVR46 KalexAbandonou 
25N BULEGAGresini KalexAbandonou 
26B BENDSNEYDERRW NTSAbandonou 
27A OGURATeam Tady KalexAbandonou 
28Y MONTELLASpeed UPAbandonou 
29S MANZIForward MV AgustaAbandonou 
30S LOWESMarc VDS KalexAbandonou 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube