Rodrigo comanda primeiro dia de treinos livres da Moto3 em Jerez

O argentino começou o fim de semana na Espanha com o pé direito, anotando o melhor tempo em ambos treinos livres. Raúl Fernández e John McPhee vieram na sequência

LEIA TAMBÉM
A culpa é do gado? Iannone alega que doping foi por carne contaminada

A Moto3 finalmente pôde retomar a temporada 2020. Após o início no longínquo março, a categoria de base do Mundial de Motovelocidade realizou duas sessões de treinos livres nesta sexta-feira (17), em Jerez, e Gabriel Rodrigo foi o mais rápido do dia.

O tempo, marcado ainda no primeiro ensaio, foi de 1min45s66. Nenhum piloto foi capaz de batê-lo em nenhuma das atividades. Raúl Fernández terminou em segundo 0s430 mais lento, com John McPhee, Andrea Migno e Jeremy Alcoba completando o top-5.

Saiba como foi o TL1 da Moto3 em Jerez

Bandeira verde para o primeiro ensaio da retomada da temporada 2020 da Moto3 e os pilotos não demoraram a deixar os boxes. Com cinco minutos completados, e Raúl Fernández era o líder com Gabriel Rodrigo, John McPhee, Jaume Masía e Jeremy Alcoba fechando o top-5.

Na temporada 2020, oito pilotos estão estreando na menor das classes do Mundial. Entre os novatos, Yuki Kunii eram quem apresentava melhor desempenho aparecendo dentro do top-10 na décima colocação.

Rodrigo foi o mais veloz em ambos os treinos (Foto: Reprodução)

O #25 seguia absoluto no primeiro treino desde quando o cronômetro começou a rodas. O tempo que devia ser batido era de 1min46s950 com pouco mais de 21 minutos para o final. Neste ponto do treino, os pilotos também foram aos boxes.

Assim que a sessão então na reta final, a ordem na tabela era Fernández, McPhee, Albert Arenas, Kaito Toba, Andrea Migno, Celestino Vietti, Rodrigo, Masía, Nicolo Antonelli e Alcoba , que fechava os cinco mais velozes.

Perto do fim, os pilotos fizeram nova parada pelos boxes. Fernández, que liderou o treino de ponta a ponta, tratou de baixar sua marca nos poucos minutos restantes no cronômetro para 1min46s093.

Gabriel tirou um coelho da cartola nos instantes finais da sessão. O argentino bateu o ponteiro espanhol ao fazer 1min45s663. Atrás do competidos, as posições seguiam mudando com a queda dos tempos.

Bandeira quadriculada em uma sessão sem grandes problemas. Rodrigo fechou como o mais rápido, com Raúl e McPhee na sequência. Migno, Alcoba, Vietti, Toba, Arenas, Masiá e Tony Arbolino completaram o rol dos dez primeiros.

Ente os estreantes, Ryusel Yamanaka, da Estrella Galicia, foi o melhor colocado ao terminar na 14ª colocação.

Saiba como foi o TL2 da Moto3 em Jerez

Segundo treino autorizado no circuito espanhol e os pilotos tomaram a pista para mais 40 minutos de atividade. Após os primeiros tempos marcados, Tatsuki Suzuki eram quem aparecia na primeira colocação.

Entretanto, Antonelli logo tratou de baixar a marca do japonês e com 1min47s665 se alçou para a ponta. Sasaki, Denis Foggia e Masià vinham logo na sequência da dupla. Os tempos anotados ainda eram superiores ao do primeiro treino.

Com menos de 15 minutos restantes no cronômetro, Vietti era quem liderava a sessão com 1min47s109. A melhor volta veio justamente em seu último giro, o nono da sessão. Enquanto isso, Rodrigo era o mais rápido do dia com 1min45s663.

Na reta final, Antonelli protagonizou um grande susto. Na curva 11, o piloto sofreu um forte highside e foi derrubado da moto, com ela chegando a passar por cima do italiano. Gabriel vinha logo na sequência e quase o atropelou. Apesar da imagem, nada de mais grave aconteceu.

Em seu 13º giro, Rodrigo mais uma vez quem anotou o melhor tempo. O argentino anotou 1min46s656, ficando 0s029 do segundo colocado. Bandeira quadriculada e Suzuki e Migno fecharam o top-3 da tarde.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Espanha, segunda etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube