Rossi aguarda matemática, mas já vê “campeonato encerrado” após zerar pela 3ª vez

Com três abandonos em 2020, o italiano da Yamaha reconheceu que as chances de alcançar o décimo título do Mundial em 2020 são quase zero

Valentino Rossi se mostrou com pés no chão quanto às chances de conquistar o campeonato de 2020. Avaliando sua temporada até o momento, o italiano admitiu que apesar de matematicamente ainda estar na briga, é bastante difícil sair como campeão da MotoGP.

No GP da Catalunha, quando brigava pelo pódio, o multicampeão sofreu uma queda e abandou. Foi a segunda prova consecutiva em que foi ao chão e a terceira em que zerou – na abertura da temporada, sua YZR-M1 deu problemas e o deixou na mão.

Portanto, das oito corridas disputadas até o momento, o Doutor zerou em 37,5% delas. Atualmente, aparece em 11º na classificação com 58 pontos de desvantagem para o líder Fabio Quartararo. Até o final do campeonato, restam mais seis corridas – ou seja, 42,8%.

Valentino Rossi teve seu terceiro abandono em 2020 (Foto: Divulgação/MotoGP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Para não nos desesperarmos, temos de pensar que foi um bom final de semana de qualquer maneira. Pilotei bem, consegui aproveitar muito e pude brigar por uma vitória”, explicou o competidor de 41 anos.

“Estamos seguindo um caminho bastante interessante com o acerto da moto, então, mesmo se o campeonato esteja encerrado para mim, há ótimas razões para ser rápido de agora até o fim do ano. A menos que a matemática não diga isso, não acabou”, emendou.

“Mas, infelizmente, já tenho três zeros, caí duas vezes seguidas por erros. A moto quebrou na primeira corrida, então, é difícil. Mas ainda há muitas corridas que terei de ser rápido, se puder pilotar assim, posso ir rápido”, concluiu.

Em 2020, Rossi tem a última chance de conquistar o campeonato com a equipe de fábrica da Yamaha. Após uma longa novela, o italiano assinou com a SRT para a temporada 2021 da MotoGP, onde vai fazer dupla com o pupilo Franco Morbidelli.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube