Rossi diz que dificuldade com pneu traseiro “é problema meu”: “Outros são rápidos”

Valentino Rossi discordou da avaliação do chefe da Michelin, mas reconheceu que é quem tem dificuldade com o pneu traseiro. Italiano considerou que os calçados francês são excessivamente macios

Valentino Rossi discordou da avaliação de Piero Taramasso de que seu estilo de pilotagem seja o responsável pela dificuldade em controlar o desgaste do pneu traseiro. Ainda assim, o #46 admitiu que o “problema é meu”.

Em entrevista à emissora italiana Sky, Piero Taramasso, chefe da Michelin, avaliou que o multicampeão não se inclina como os outros, o que afeta o desgaste dos pneus.

Valentino Rossi vai largar em 11º no GP da Espanha (Foto: Yamaha)
Paddockast #70 | O QUE ESPERAR DA MOTOGP 2020?
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

“Não é segredo que Valentino tem esse problema, isso vem de longa data”, disse Taramasso. “Rossi tem um estilo de pilotagem particular, ele inclina menos a moto do que outros pilotos, por isso ele estressa mais o pneus na parte de fora. Assim, a temperatura do pneu aumenta”, seguiu.

O #46, porém, não concorda com a explicação de Taramasso e usa Andrea Dovizioso como exemplo.

“Não concordo com a Michelin. Se você olhar para as imagens, não é verdade que eu não tiro o corpo da moto. Eu trabalho muito nisso”, defendeu. “Dovizioso é um piloto que está muito em cima da moto, e isso não acontece, ele não desgasta os pneus como eu”, apontou.

“Agora, os pneus da Michelin são muito macios, macios demais em construção e compostos”, comentou. “Mas concordo que o problema é meu, pois os outros conseguem ser rápidos”, admitiu.

“É verdade que no Catar e Sepang nós fomos um pouco melhor, mas eu já esperava sofrer”, concluiu o piloto de 41 anos.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Espanha, segunda etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube