Rossi pede foco e celebra teste com motor em Brno: “Ano passado, testamos para-lama”

Valentino Rossi ressaltou que a Yamaha precisa focar na melhora do motor da YZR-M1, já que o déficit é grande na comparação com os rivais. O italiano celebrou o primeiro contato com o novo propulsor no teste desta segunda-feira, especialmente levando em conta que a novidade do ano passado neste ponto da temporada era um para-lama

Valentino Rossi segue pressionando a Yamaha por um desenvolvimento mais acelerado. Nesta segunda-feira (5), a MotoGP segue em Brno para um teste coletivo, e a casa de Iwata terá, entre outros itens, uma nova especificação de motor para avaliar.
 
Às vésperas da atividade coletiva, Rossi ressaltou o déficit de velocidade da Yamaha em comparação com os rivais e comemorou a avaliação do novo propulsor, especialmente levando em conta que a novidade da M1 neste mesmo ponto da temporada passada foi um para-lama.
Valentino Rossi celebrou chance de testar novo motor em Brno nesta segunda-feira (Foto: Divulgação/MotoGP)
Paddockast #27
Schumacher e Vettel: UNIDOS POR UM RECORDE

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

“Nós vamos provar uma nova especificação de motor e outras coisas pequenas”, contou Rossi. “Temos um longo trabalho pela frente com o motor. Mas não esperamos muito de amanhã [segunda-feira], é só o primeiro contato”, seguiu.

 
“Estou contente de poder provar um motor. No ano passado, tínhamos um para-lama”, comparou. “Também teremos coisas para este ano”, completou.
 
O italiano destacou que o principal problema da Yamaha neste ano é a falta de aceleração e velocidade final.
 
“A diferença em relação ao resto é grande, pois, normalmente, um motor menos potente é mais fácil de pilotar. Mas, de fato, o resto dos motores são mais potentes e, além disso, mais manejáveis”, comparou. “Esse ano, nosso principal problema é a falta de aceleração e de velocidade final. Acho que o motor é o ponto onde a Yamaha mais deve trabalhar”, concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube