Surpreso com aposentadoria, Agostini compara Rosberg com intermináveis Totti e Rossi: “Questão de paixão verdadeira”

15 vezes campeão mundial de motovelocidade, Giacomo Agostini lamentou a aposentadoria de Nico Rosberg, mas avaliou que o germânico talvez não fosse verdadeiramente apaixonado pelo esporte. Italiano comparou o piloto da F1 com nomes como Francesco Totti e Valentino Rossi, que seguem em atividade apesar de longas e vitoriosas carreiras em suas áreas

 

A inesperada aposentadoria de Nico Rosberg segue dando o que falar. Desta vez, foi Giacomo Agostini, lenda do motociclismo, quem comentou a surpreendente decisão do germânico.

 
Poucos dias após conquistar o título de 2016 da F1 após uma longa disputa com Lewis Hamilton, Rosberg surpreendeu ao anunciar sua aposentadoria imediata ainda na festa de premiação da FIA (Federação Internacional de Automobilismo).
 
Falando ao jornal italiano ‘La Gazzetta dello Sport’, Giacomo, que soma 15 títulos no Mundial de Motovelocidade — oito nas 500cc e sete nas 350cc —, admitiu sua surpresa com a decisão do germânico.
Giacomo Agostini questionou o amor de Rosberg pela F1 (Foto: Yamaha)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

“São decisões muito particulares que te fazem pensar”, disse Agostini. “Ele decidiu e eu respeito, mas também acho que se você ama muito o esporte, é difícil”, ponderou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Giacomo lembrou a dificuldade que teve para se aposentar e colocou em dúvida o amor de Rosberg pelo esporte.
 
“Eu, quando me aposentei, chorei por três dias. Você nasce com este grande amor pelo esporte e, de repente, em uma semana, decide se aposentar. Eu, realmente, não entendo. E me pergunto: ele corria porque tinha uma grande paixão ou só para ganhar um título?”, indagou.
 
Mesmo sem entender, Giacomo afirmou que é preciso respeitar a escolha de Rosberg. “Se dentro dele há algo que desconhecemos, é justo respeitar sua decisão. E também é preciso valor. Ele renunciou, pelo menos, a 20 milhões”, lembrou.
 
Ainda, o multicampeão do motociclismo traçou um paralelo entre Rosberg e atletas muito mais longevos, como Francesco Totti, o lendário capitão da Roma, e Valentino Rossi, que segue em alto nível na MotoGP apesar de seus 37 anos.
 
“Nico deixou algo com que sempre sonhei desde que nasci. E você vê Totti, que com 40 anos não para, ou Rossi… é uma questão de paixão verdadeira”, apontou.
 
Assim como muitos, Giacomo lembrou que Rosberg deixou a Mercedes em situação complicada. “Não sei se pagou uma multa, mas os deixou em dezembro, quando todos assinaram por outras equipes”, falou. 
 
Por fim, Agostini lembrou que a situação de Nico é um pouco parecida com a de Casey Stoner. O bicampeão da MotoGP decidiu de aposentar ao fim da temporada 2012, então com 27 anos.
 
“Nico fez um pouco como Stoner, embora o discurso de Casey tenha sido muito diferente”, recordou. “Mas quando você vê alguém que tem o dom para ser Michelangelo e desperdiça…”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube