Suzuki coloca Honda na frente no TL1 da Moto3 em Aragão. Dalla Porta é 13º

Vencedor do GP de San Marino e da Riviera de Rimini, Tatsuki Suzuki começou o fim de semana com o pé direito e comandou o primeiro treino em Aragão. 0s253 mais lento que o piloto da SIC58, John McPhee ficou em segundo, à frente de Jaume Masià. Líder do Mundial, Lorenzo Dalla Porta fez só o 13º tempo

Tatsuki Suzuki abriu o fim de semana em Aragão com o pé direito. Vindo de vitória em Misano, o #24 apertou o passo nos minutos finais do primeiro treino livre e fechou a manhã de sexta-feira (20) no topo da folha de tempos da Moto3.
 
Com a melhor de suas 14 voltas em 1min58s987, Suzuki assegurou o melhor tempo com 0s253 de vantagem para John McPhee, o segundo colocado. Mais 0s198 atrás, Jaume Masià encerra o domínio da Honda e aparece em terceiro.
Tatsuki Suzuki (Foto: SIC 58)
0s468 atrás do líder, Andrea Migno, que no ano que vem volta para a VR46, ficou com o quarto tempo, à frente de Filip Salac. Gabriel Rodrigo ficou com a sexta marca.
 
Marcos Ramírez abriu os minutos finais da sessão na liderança, mas acabou em sétimo, 0s678 mais lento que Suzuki. Arón Canet aparece na sequência, com Ayumu Sasaki e Jakub Kornfeil fechando o top-10.
 
Líder do Mundial, Lorenzo Dalla Porta fez a melhor de suas 15 voltas em 1min59s971 e ficou em 13º, 0s984 mais lento que o líder dessa sessão matutina.
 

O GP de Aragão de Moto3 está marcado para o domingo, às 6h20 (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.

Saiba como foi o treino livre 1 da Moto3 em Aragão:
 
A Moto3 abriu os trabalhos no MotorLand na manhã desta sexta-feira com sol. Quando o cronômetro passou a contar os 40 minutos do TL1, a temperatura estava em 19°C, com o asfalto chegando a 21°C. A velocidade do vento era de 6 km/h.
 
Tony Arbolino abriu a atividade no topo da folha de tempos ao cravar 2min02s193, 0s505 melhor que John McPhee, o segundo. Ayumu Sasaki tinha o terceiro posto.
 
No giro seguinte, McPhee tomou a ponta com 2min01s653, só 0s011 melhor que Marcos Ramírez.
 
Ainda nos primeiros minutos da sessão, Celestino Vietti foi arremessado da KTM da VR46 na curva 2. O italiano ficou no chão visivelmente com dores e deixou a pista amparado pelos socorristas.
 
Ramírez, então, saltou para o comando da atividade, 0s399 melhor que Lorenzo Dalla Porta. Na passagem seguinte, o #48 reduziu o atraso para 0s001, mas a liderança foi parar nas mãos de Jaume Masià, que cravou 2min00s855. Arbolino subiu para segundo, com McPhee em terceiro.
Ramírez foi mais rápido na sequência e se instalou na segunda colocação, reduzindo para 0s036 a margem de Masià no topo da folha de tempos. 
Quando os pilotos começaram a seguir para os boxes para a primeira rodada de paradas, Masià tinha a ponta, com Ramírez, Arbolino, McPhee, Dalla Porta, Tatuski Suzuki, Sasaki, Gabriel Rodrigo, Deniz Öncü e Andrea Migno formando um top-10 coberto por 0s639.
 
Já no terço final da atividade, o primeiro a melhorar foi Arbolino, que cravou 2min00s972 para reduzir para 0s117 o atraso em relação ao líder. 
 
Ramírez, então, foi a 1min59s665 e assumiu a ponta, com Arón Canet passando 0s302 mais lento para ficar com o segundo posto, 0s888 à frente de Masià, que caiu para terceiro.
Logo depois, o wild-card Carlos Tatay avançou para a terceira colocação, 1s004 atrás de Ramírez. O #99, aliás, conquistou na semana passada o título da Red Bull Rookies Cup.
 
Superada a barreira de cinco minutos para o fim da sessão, Dalla Porta baixou para 2min00s400 e assumiu o terceiro posto, 0s735 atrás do #42. Canet também foi mais rápido, mas manteve o segundo posto, 0s073 mais lento que Marcos.
 
Em sua 13ª volta nesta manhã, o piloto do time de Max Biaggi cravou 1min59s667  e colou ainda mais em Ramírez, mas viu Gabriel Rodrigo passar em 1min59s663 para colocar a Gresini na ponta, 0s002 à frente do rival da Leopard.
 
No minuto final da atividade, Suzuki tomou a ponta ao cravar 1min59s160, 0s080 melhor que McPhee, que subiu para a segunda colocação. Masià vinha agora em terceiro, seguido por Andrea Migno e Filip Salac. 
 
No último giro, Suzuki foi a 1min58s987 para assegurar a ponta com 0s253 de vantagem para McPhee. Masià ficou com o terceiro posto.

Moto3 2019, GP de Aragão, MotorLand, Treino livre 1:

1 T SUZUKI SIC58 Honda 1:58.987  
2 J MCPHEE SIC HONDA 1:59.240 +0.253
3 J MASIÀ Worldwide KTM 1:59.438 +0.451
4 A MIGNO Worldwide KTM 1:59.455 +0.468
5 F SALAC Prüstel KTM 1:59.660 +0.673
6 G RODRIGO Gresini Honda 1:59.663 +0.676
7 M RAMÍREZ Leopard Honda 1:59.665 +0.678
8 A CANET MAX KTM 1:59.667 +0.680
9 A SASAKI SIC HONDA 1:59.726 +0.739
10 J KORNFEIL Prüstel KTM 1:59.762 +0.775
11 A ARENAS Ángel Nieto KTM 1:59.816 +0.829
12 A LÓPEZ Estrella Galicia 0,0 Honda 1:59.841 +0.854
13 L DALLA PORTA Leopard Honda 1:59.971 +0.984
14 D BINDER CIP KTM 2:00.105 +1.118
15 T ARBOLINO Snipers Honda 2:00.119 +1.132
16 D FOGGIA VR46 KTM 2:00.182 +1.195
16 D ÖNCÜ Red Bull KTM Ajo 2:00.238 +1.251
17 A OGURA Asia Honda 2:00.453 +1.466
18 J GARCÍA Snipers Honda 2:00.617 +1.630
19 C TATAY Avintia KTM 2:00.626 +1.639
20 M YURCHENKO RBA KTM 2:00.923 +1.936
21 R FERNANDEZ Ángel Nieto KTM 2:01.041 +2.054
23 S GARCIA Estrella Galicia 0,0 Honda 2:01.452 +2.465
24 S NEPA CIP KTM 2:01.800 +2.813
25 D PIZZOLI SIC58 Honda 2:01.856 +2.869
26 K MASAKI RBA KTM 2:01.894 +2.907
27 G RIU Baiko KTM 2:01.907 +2.920
28 R ROSSI Gresini Honda 2:01.964 +2.977
29 K TOBA Asia Honda 2:02.546 +3.559
30 C VIETTI VR46 KTM 2:04.811 +5.824
31 T BOOTH-AMOS CIP KTM 2:06.181 +7.194
         
REC F DI GIANNANTONIO Gresini Honda 1:58.347 154.4 km/h
MV J MARTÍN Gresini Honda 1:57.066 156.1 km/h
         
  Condições do tempo PISTA SECA   ar: 18ºC | pista: 21ºC

Previsão do tempo para Aragão
GP de Aragão Aragão
!function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(!d.getElementById(id)){js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=’https://weatherwidget.io/js/widget.min.js’;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}}(document,’script’,’weatherwidget-io-js’);

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar