Suzuki segura Fernández no Catar e crava primeira pole de 2020 na Moto3

Mesmo passando pelo Q1, Tatsuki Suzuki foi dominante no treino classificatório deste sábado (7) e assegurou a pole-position para o GP do Catar de Moto3. 0s008 mais lento, Raúl Fernández ficou com o segundo posto, com Albert Arenas fechando a primeira fila

Tatsuki Suzuki vai começar a temporada 2020 da Moto3 com o pé direito. O piloto da SIC58 assegurou a posição de honra no grid do Catar ao cravar 2min04s815 neste sábado (7), só 0s008 melhor que Raúl Fernández, o segundo colocado. Albert Arenas fecha a primeira fila. 
 
Aprovado no Q1, Suzuki dominou a primeira metade da fase final da classificação com 2min04s815. Após uma rodada de pit-stops, o #24 não conseguiu melhorar, mas sustentou 0s008 de margem para Fernández para anotar a segunda pole-position no Mundial. Antes, o japonês tinha saído na frente na prova de Misano de 2019. É a primeira pole de um piloto do Japão no Catar.
 
0s211 mais lento que o tempo da pole, Darryn Binder vai abrir a segunda linha do grid, seguido por Ai Ogura e Jaume Masià. Andrea Migno saiu em sétimo, à frente do estreante Deniz Öncü e de John McPhee. Tony Arbolino completa a lista dos dez primeiros.
 
Eliminado no Q1 por apenas 0s035, Dennis Foggia, agora com a Leopard, ficou com o 19º posto do grid, seguido por Filip Salac, que caiu instantes antes da bandeirada. Ayumu Sasaki ficou em 21º, Stefano Nepa e Riccardo Rossi.
Tatsuki Suzuki (Foto: Sic58)
 
Paddockast #51
QUEM VENCEU 'DRIVE TO SURVIVE' 2?

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

Rodrigo aparece no fim e avança para o Q2
 
O Q1 começou com todos os pilotos imediatamente partindo para a pista em busca do tempo necessário para avançar para o estágio seguinte. Tatsuki Suzuki, um dos favoritos para liderar a curta sessão, foi o primeiro a liderar o treino, com 2min05s276.
 
Alcoba, Salac e Sasaki acompanharam o líder nos primeiros minutos. Nepa, com 2min06s056 rapidamente subiu para a quinta posição, mesmo andando sozinho na pista.
 
Nos minutos finais, os pilotos voltaram para a pista, todos tentando aproveitar o vácuo para melhorar as próprias marcas. A poucos segundos do fim, Filip Salac caiu na curva 6 e encerrou mais cedo o treino. Aí apareceu Gabriel Rodrigo, que teve bom desempenho nos testes em Losail, marcando 2min05s254 e assumindo a primeira posição e superando Suzuki.
 
Dennis Foggia pulou para a quarta posição e parecia garantido no Q2, mas sua alegria durou pouco. Tudo porque Albert Arenas conseguiu a marca com 2min05s758.
 
Após a bandeirada final, Alonso López se mostrou incomodado com Suzuki por ter atrapalhado sua volta decisiva. O espanhol, irritado, chegou a empurrar o rival para fora da pista enquanto retornavam para os boxes.
 
Com isso, Rodrigo, Suzuki, Alcoba e Arenas garantiram vaga para a fase final da classificação.

Suzuki lidera Q2 de ponta a ponta e conta com a sorte nos segundos finais

O Q2 iniciou com alguns poucos pilotos saindo dos boxes nos primeiros minutos. Rapidamente o cenário mudou e a pista estava lotada.
 
Suzuki, embalado pelo bom tempo no Q1, assumiu a ponta 2min04s815, seguido por Arenas e Binder. Depois da marca alcançada, o japonês retornou para os boxes para trocar o assento de sua moto.
 
A cinco minutos do fim, Jaume Masia acertou boa volta e subiu para a quarta posição. Raúl Fernández, que dominou a sexta-feira e o TL3, no entanto, só conseguiu a sexta melhor marca.
 
Com a pista cheia nos minutos finais, Ai Ogura subiu para o quarto lugar. Ao mesmo tempo, Gabriel Rodrigo entrou nos boxes e abandonou mais cedo o primeiro treino classificatório da temporada.
 
A bandeirada chegou e Suzuki não conseguiu abrir sua volta final por conta da demora para sair dos boxes. O japonês, no entanto, contou com a sorte porque Raúl Fernández fez 2min04s823, a 0s008 do líder, e ficou em segundo. Arenas fecha a primeira fila do grid.
 
Binder ficou em quarto, acompanhado por Ogura e Masia. Fecharam o top-10 do grid no Catar: Migno, Oncu, McPhee e Arbolino.

Moto3 2020, GP do Catar, Losail, Grid de Largada:
 

1 T SUZUKI SIC58 Honda 2:04.815  
2 R FERNANDEZ Red Bull KTM Ajo 2:04.823 +0.008
3 A ARENAS Aspar KTM 2:04.925 +0.110
4 D BINDER CIP KTM 2:05.026 +0.211
5 A OGURA Asia Honda 2:05.065 +0.250
6 J MASIÀ Leopard Honda 2:05.086 +0.271
7 A MIGNO VR46 KTM 2:05.129 +0.314
8 D ÖNCÜ Tech3 KTM 2:05.176 +0.361
9 J MCPHEE SIC HONDA 2:05.242 +0.427
10 T ARBOLINO Snipers Honda 2:05.327 +0.512
11 J ALCOBA Gresini Honda 2:05.343 +0.528
12 K TOBA Red Bull KTM Ajo 2:05.421 +0.606
13 G RODRIGO Gresini Honda 2:05.512 +0.697
14 S GARCÍA Estrella Galicia 0,0 Honda 2:05.586 +0.771
15 Y KUNII Asia Honda 2:05.843 +1.028
16 C VIETTI VR46 KTM 2:05.906 +1.091
17 C TATAY Avintia KTM 2:06.003 +1.188
18 R FENATI MAX Husqvarna 2:06.165 +1.350
19 D FOGGIA Leopard Honda 2:05.793 +0.978
20 F SALAC Snipers Honda 2:05.966 +1.151
21 A SASAKI Tech3 KTM 2:06.040 +1.225
22 S NEPA Aspar KTM 2:06.056 +1.241
23 R ROSSI RBA KTM 2:06.128 +1.313
24 D PIZZOLI RBA KTM 2:06.376 +1.561
25 A LÓPEZ MAX Husqvarna 2:06.511 +1.696
26 M KOFLER CIP KTM 2:06.786 +1.971
27 R YAMANAKA Estrella Galicia 0,0 Honda 2:06.821 +2.006
28 D GEIGER Prüstel KTM 2:07.258 +2.443
29 J DUPASQUIER Prüstel KTM 2:07.260 +2.445
30 J GARCIA SIC58 Honda 2:07.495 +2.680
31 K PAWI SIC Honda 2:07.535 +2.720
         
REC R FENATI Snipers Honda 2:05.403 154.4 km/h
MV A CANET MAX KTM 2:04.561 155.4 km/h
         
  Condições do tempo PISTA SECA   ar: 22ºC | pista: 26ºC

 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube