Tech3 acha possível equipe satélite conquistar título na MotoGP: “Vimos em 2020”

Hervé Poncharal, chefe da equipe, afirmou que a temporada de 2020 mostrou que os times independentes têm tanto potencial quanto os de fábrica na briga pelo caneco

É completamente possível que um time independente conquiste o título da MotoGP e quem afirma isso é Hervé Poncharal. O chefe da Tech3, associada à KTM, afirmou que um conjunto de fatores coloca uma equipe satélite como possível concorrente na briga pelo caneco.

A temporada 2020 mostrou grande equilíbrio entre pilotos e equipes. Das 14 etapas disputadas, oito foram vencidas por pilotos de times satélite – Franco Morbidelli e Fabio Quartararo da SRT com três triunfos cada, Miguel Oliveira, que subiu ao degrau mais alto do pódio duas vezes.

Ao ser questionado se uma equipe independente conseguiria sagrar-se campeã, Poncharal afirmou que “honestamente? Sim. Quase todas as equipes satélite têm a mesma moto [que a equipe de fábrica], apoio igual, desenvolvimento igual de velocidade. Pudemos ver no ano passado, com todo o respeito a nossa equipe de fábrica, nós vencemos mais corridas que eles.”

“Se for ver o que aconteceu entre a corrida 2 em Jerez de la Frontera e a primeira em Spielberg, estivemos bastante próximos de talvez a melhor colocação da KTM no campeonato. Se olhar para a Yamaha, claramente a equipe independente [SRT] em 2020 foi melhor”, continuou.

Poncharal, chefe da Tech3, vê grande potencial em equipe satélite (Foto: Divulgação/MotoGP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Acho que uma equipe independente tem a possibilidade de vencer corridas, pudemos ver isso no ano passado, e tenho certeza de vencer o campeonato. Realmente acredito que um time independente pode vencer o título graças às regras técnicas, graças aos pilotos que temos, graças às fábricas que acreditam em suas operações satélite”, completou.

Apesar de Oliveira ter conseguido duas vitórias para o time no ano passado, o dirigente afirmou que isso não muda a abordagem para este ano. “Acho que 2020 foi um grande campeonato no geral, ótimo para a KTM, para a Tech3”, pontuou.

“Mas começamos do zero. O grid é incrivelmente competitivos, motos, pilotos, e muito inteligente aquele que puder dizer que vence a primeira corrida e quem termina a temporada como o campeão de 2021. Acredito estar bastante aberto, quase qualquer um no grid pode vencer corridas e alguns podem vencer o campeonato”, concluiu.

Nesta semana, a KTM e Tech3 apresentaram suas motos para a temporada 2021. Enquanto a equipe de fábrica seguiu quase inalterada, o time satélite trouxe roupagem totalmente renovada e completamente laranja.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube