MotoGP

Vierge segura Schrötter por 0s011 e crava pole-position para GP da Argentina de Moto2. 0s001 atrás, Lowes é 3º

Xavi Vierge garantiu a pole-position em Termas de Río Hondo ao segurar Marcel Schrötter por só 0s011 na tarde deste sábado (30). Mais 0s001 atrás, Sam Lowes assegurou o terceiro posto

Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
Xavi Vierge venceu uma disputa apertada pela pole-position da Moto2 neste sábado (30). O piloto da Marc VDS assegurou a posição de honra no grid de Termas de Río Hondo com apenas 0s011 de vantagem.
 
Com 1min42s726 na melhor de suas nove voltas no Q2, Vierge conseguiu segurar Marcel Schrötter por só 0s011. Mais 0s001 atrás, Sam Lowes garantiu o direito de fechar a primeira fila argentina.
 
0s047 mais lento que o ponteiro, Álex Márquez ficou com o quarto posto, à frente de Tom Lüthi. 0s147 atrás de Vierge, Brad Binder vem como a melhor KTM, em sexto.
Xavi Vierge (Foto: Reprodução)
Remy Gardner cravou 1min42s969 e ficou com o sétimo posto, seguido por Lorenzo Baldassarri e Nicolò Bulega. Simone Corsi completa o top-10. Luca Marini ficou só em 13º.

Barrado no Q1 por 0s147, Somkiat Chantra vai largar na 19ª colocação, seguido por Dominique Aegerter, Marco Bezzecchi, Tatsuki Nagashima, Stefan Manzi, Jesko Raffin, Khairul Idham Pawi. Joe Roberts, Jake Dixon, Dimas Ekky Pratama, Philipp Oettl e Xavi Cardelús.

Augusto Fernández encerrou sua participação no GP da Argentina deste fim de semana de forma precoce. O piloto da Pons fraturou o punho esquerdo ao sofrer um forte high-side na terceira sessão livre de Termas de Río Hondo.

Resultado de imagem para emoji microfonePaddockast #12: Quem sobrevive a 'Drive to Survive'?



Resultado de imagem para icon itunes Ouça pelo iTunes 
Resultado de imagem para icon spotify Ouça pelo Spotify


Corsi, Bastianin, Bendsneyder e Locatelli dominam Q1 para avançar para fase final da classificação na Argentina

A Moto2 foi a segunda classe a ir para a pista argentina para a classificação. Quando a classe intermediária voltou para o traçado de Termas de Río Hondo, a temperatura era de 25ºC e o asfalto era 32ºC.
 
Assim que a tomada de tempos começou, surgiu a informação de que Augusto Fernández foi declarado inapto para disputar o GP da Argentina por conta da forte queda que sofreu durante o terceiro treino livre.
 
Após cinco minutos de treinos e as primeiras voltas de instalação cumpridas, os tempos começavam a surgir. O primeiro a liderar o Q1 foi Bendsneyder com 1min43s647. O piloto era seguido por Aergerter e Manzi.
 
Mas logo tudo mudaria no traçado argentino. Baixando o tempo para 1min43s004, era Bastianini agora quem aparecia na primeira colocação, com Bendsneyder, Locateli e Chantra logo atrás do ponteiro.
 
Cinco minutos para a bandeira quadriculada e os quatro pilotos que garantiam vaga para a briga pela pole-position eram Corsi, Bastianini, Bendsneyder e Locatteli. Em seguida vinham Chantra, Bezzecchi, Aergerter, Nagashima, Raffin e Manzi.
 
A bandeira quadriculada marcou o encerramento da primeira parte da sessão classificatória, com Corsi, Bastianini, Bendesneyder e Locatelli sendo os quatro pilotos que conseguiram avançar para a fase seguinte. 

Vierge domina Q2 e conquista pole-position para GP da Argentina da Moto2

Os 18 pilotos logo deixaram os boxes para a fase final da classificação. Assim que o cronômetro começou a rodas, todos deixaram os boxes para as voltas de aquecimento.
 
Baldassarri foi o primeiro nome a surgir na ponta da tabela de tempos. Entretanto, o italiano logo foi superado por diversos pilotos, e quem agora sustentava o giro mais rápido era Schrötter, estabelecendo a marca de 1min43s219 como aquela a ser batida.
 
 Mas com o passar dos minutos, as coisas seguiam mudando no traçado argentino. Lüthi chegou a tomar a ponta, mas não por muito tempo, pois agora era Vierge quem sustentava a pole-position provisória com 1min42s726. Márquez e Gardner vinham em seguida.

Com a aproximação do encerramento da classificação, Xavi seguia sustentando a pole-position. Schrötter e Lüthi vinham depois. Márquez, Binder e Gardner completavam a segunda fila do grid de largada.
 
O cronômetro zerou na Argentina e os pilotos tentavam dar sua última volta rápida. Entretanto, nada mais mudou na tabela de tempos, com Vierge ficando com a posição de honra do grid. Schrötter e Lowes vinham em seguida.
 
Logo atrás do trio da primeira fila vinham Márquez, Lüthi, Binder, Gardner, Baldassarri, Bulega e Corsi completando o rol dos dez mais velozes.
 
Moto2 2019, GP da Argentina, Termas de Río Hondo, Grid de Largada:

1 X VIERGE Marc VDS Kalex 1:42.726  
2 M SCHROTTER Intact Kalex 1:42.737 +0.011
3 S LOWES Gresini Kalex 1:42.738 +0.012
4 A MÁRQUEZ Marc VDS Kalex 1:42.773 +0.047
5 T LÜTHI Intact Kalex 1:42.856 +0.130
6 B BINDER Red Bull KTM Ajo 1:42.873 +0.147
7 R GARDNER SAG Kalex 1:42.969 +0.243
8 L BALDASSARRI PONS Kalex 1:42.975 +0.249
9 N BULEGA VR46 Kalex 1:43.008 +0.282
10 S CORSI Tasca Kalex 1:43.061 +0.335
11 J NAVARRO Speed UP 1:43.098 +0.372
12 E BASTIANINI Italtrans Kalex 1:43.103 +0.377
13 L MARINI VR46 Kalex 1:43.119 +0.393
14 A LOCATELLI Italtrans Kalex 1:43.323 +0.597
15 I LECUONA American KTM 1:43.452  
16 B BENDSNEYDER RW NTS 1:43.498 +0.772
17 J MARTÍN Red Bull KTM Ajo 1:43.604 +0.878
18 F DI GIANNANTONIO Speed UP 1:43.677 +0.951
19 S CHANTRA Team Tady Kalex 1:43.505 +0.779
20 D AEGERTER Forward MV Agusta 1:43.576 +0.850
21 M BEZZECCHI Tech3 KTM 1:43.669 +0.943
22 T NAGASHIMA SAG Kalex 1:43.619 +0.893
23 S MANZI Forward MV Agusta 1:43.727 +1.001
24 J RAFFIN RW NTS 1:43.730 +1.004
25 K IDHAM PAWI SIC Kalex 1:44.037 +1.311
26 J ROBERTS American KTM 1:44.226 +1.500
27 L TULOVIC Kiefer KTM 1:44.233 +1.507
28 J DIXON ANGEL NIETO KTM 1:44.571 +1.845
29 D PRATAMA Team Tady Kalex 1:44.690 +1.964
30 P OETTL Tech3 KTM 1:44.825 +2.099
31 X CARDELUS ANGEL NIETO KTM 1:45.363 +2.637
32 A FERNANDEZ PONS Kalex    
         
REC J FOLGER AGR Kalex 1:43.001 167.9 km/h
MV X VIERGE Marc VDS Kalex 1:42.726 168.4 km/h
         
  Condições do tempo PISTA SECA   ar: 25ºC | pista: 33ºC