Yamaha oferece M1 diferente para Morbidelli: “É meio termo entre 2019 e 2020”

Franco Morbidelli vai começar a temporada 2020 com um pé atrás em comparação com os demais pilotos do guarda-chuva Yamaha. O motivo é que o italiano da SIC vai ter uma moto ligeiramente inferior a de Maverick Viñales, Valentino Rossi e Fabio Quartararo

Franco Morbidelli vai começar a temporada 2020 da MotoGP ligeiramente atrás de seus companheiros de Yamaha. O motivo é que o italiano vai disputar o campeonato com uma M1 diferente dos outros três competidores da marca.
 
Enquanto Maverick Viñales e Valentino Rossi, da equipe de fábrica, e Fabio Quartararo, da SIC, vão usar a versão atual do protótipo, tanto motor quanto chassi, o #21 vai ser obrigado a comandar uma versão entre a do ano passado e a deste ano.
 
De acordo com Lin Jarvis, chefe da escuderia nipônica, a ideia inicial era a de que, de primeira, o #46 e o #12 tivessem uma moto diferente dos companheiros da equipe satélite. “Neste momento, não era possível fazer mais de duas motos com esse motor e tudo o que é necessário”, falou em entrevista ao ‘Motorsport’.
Franco Morbidelli (Foto: SIC)

“Mas finalmente somos capazes de fabricar uma terceira unidade, que vai ser para Fabio. Franco vai ter disponível uma moto diferente, com um motor que vai ser um passo intermediário entre o do ano passado e o desse, e com um chassi que também é uma evolução”, completou.
 

Nesta quinta-feira (6), a SIC apresentou a M1 que vai usar para a temporada 2020. No evento, foi possível ver uma moto com poucas mudanças de design, com uma pintura bastante semelhante com a do campeonato passado.
 
E tudo indica que o protótipo é para começar a adaptação de Quartararo, já que o francês está mudança de escuderia. Em 2021, o competidor foi promovido para o time de fábrica e vai fazer parceria com Maverick Viñales.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar